Notícias

Óleos essenciais: conheça os benefícios para a pele, além da aromaterapia

Compartilhe:     |  24 de fevereiro de 2020

Você provavelmente já ouviu falar dos óleos essenciais como base da aromaterapia — um tratamento holístico que utiliza alguns aromas naturais, provenientes de plantas, vegetais e flores, para trazer benefícios à mente e ao corpo. Mas você sabia que eles também podem ser ótimos para a sua pele? “Óleos essenciais são óleos vegetais extremamente concentrados, extraídos das plantas. E de acordo com o vegetal do qual são retirados, podem ter diferentes funções. Como a antisséptica, sebo-reguladora e calmante”, explica a dermatologista e tricologista Kédima Nassif, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). 

Pois é. Parece maravilhoso, e é. “Há diversos tipos disponíveis. E, quando associados, eles trazem benefícios sinérgicos entre eles. Nas aplicações cosméticas, eles auxiliam na manutenção da pele e couro cabeludo”, diz a farmacêutica Luisa Saldanha, diretora científica da Pharmapele. Uma única gota do líquido pode conter até 800 moléculas diferentes. E tudo 100% natural!

Como usar os óleos essenciais na pele?

Por serem altamente concentrados, você não pode, de maneira alguma, aplicá-los diretamente sobre a cútis. O correto é adicionar uma pequena quantidade em algo que você usa no dia a dia. Alguns exemplos são óleo vegetal natural, hidratante, máscara, cremes de massagem corporal e até argila. As especialistas explicam como fazer cada preparação:

Todos podem usar? 

Na verdade não. Grávidas, por exemplo, não podem apostar nos óleos sem antes ter a orientação de um especialista. Alguns compostos são prejudiciais para a mãe e para o bebê. “Pacientes com pressão arterial alta precisam ficar longe do alecrim, canela, cravo, hortelã-pimenta e gengibre. Já quem sofre com epilepsia tem que evitar óleos que afetam o sistema nervoso, como alecrim, canela, cravo, erva doce, hortelã-pimenta e sálvia”, explica a especialista em estética e cosmetologia Isabel Luiza Piatti, embaixadora do CIA (Centro e Instituto Internacional de Aprimoramento e Pesquisas Científicas).

Mas quais os principais óleos essenciais para pele seca? 

Se a sua pele é seca, vale apostar no óleo de patchouli. Camomila, jasmim e rosas também são ótimas opções. Veja mais algumas:

E se a minha pele é oleosa? 

Nesse caso, lavanda, sândalo, cedro, cipreste, sálvia ou tudo o que tenha ação adstringente e secativa. “A melaleuca é conhecida por ser um antisséptico muito eficaz contra bactérias, vírus e fungos. Além de ter propriedades anti-inflamatórias, antifúngicas e cicatrizantes que permitem que a substância seja usada como coadjuvante em tratamentos para acne e caspa”, diz Isabel Luiza Piatti.

Com manchas

“O de vetiver é indicado para auxiliar no clareamento de manchas escuras como melasmas, cloasma e hiperpigmentação em geral. Sua principal ação é a anti-inflamatória. Além dele, o de olíbano atua como antioxidante, combatendo os radicais livres e o envelhecimento precoce, retardando, assim, o aparecimento de manchas”,diz Luisa Saldanha.



Fonte: Boa Forma



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Emocionante: vídeo mostra tartarugas-marinhas sendo salvas por pescadores no litoral catarinense

Leia Mais