Notícias

Onda de calor na Europa derrete pico de neve da maior montanha sueca

Compartilhe:     |  6 de agosto de 2018

A Europa vive uma das maiores ondas de calor da história recente: de norte a sul do continente, os termômetros registram temperaturas que batem recordes históricos neste verão — e nem os países escandinavos conseguem escapar. Pesquisadores da Universidade de Estocolmo, na Suécia, registraram que o pico da maior montanha do país está quatro metros menor por conta do derretimento da neve que se acumula no local.

Em comunicado, a pesquisadora Gunhild Ninis Rosqvit afirmou que nunca tinha visto tanto gelo derretido no pico da montanha Kebnekaise, que está localizada ao norte da Suécia e tem 2,1 mil metros de altitude. De acordo com os registros feitos pela equipe da Universidade de Estocolmo, houve redução diária de 14 centímetros de neve na região durante o verão.

Situados próximos à região ártica, os países nórdicos presenciam as mudanças climáticas de maneira mais intensa. Neste ano, a extensão da área congelada no mar do Ártico foi a menor já registrada para o mês de janeiro. Em alguns pontos, o gelo já está rompendo muito antes do fim do inverno.

Vale lembrar que, no início do ano, a Europa também passou por uma onda de frio durante o inverno: as temperaturas  chegaram a -19ºC na Polônia, -18ºC na Bélgica e -10ºC na Inglaterra. Com a chegada do verão no hemisfério norte, os termômetros foram ao outro extremo da medição: Portugal registrou 46,8ºC, a Alemanha marcou 38ºC e o asfalto em regiões da Holanda chegou a derreter por conta do excesso de calor.

Elena Manaenkova, vice-secretária geral da Organização Metereológica Mundial, afirma que 2018 será um dos mais quentes anos já registrados, com novos recordes de temperatura em diferentes países.



Fonte: Central da Ciência - Galileu



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Apoie o Projeto de Lei que institui o “SUS Animal”. Veja como apoiar

Leia Mais