Notícias

ONG de proteção animal luta pelo fim de um dos maiores rodeios australianos

Compartilhe:     |  30 de dezembro de 2019

A RSPCA, a mais antiga e maior ONG do Reino Unido, luta para que um dos maiores rodeios noturnos do sul da Austrália não aconteça, mas os organizadores dizem que vão em frente.

Além dos maus-tratos e da crueldade com os animais a organização líder em bem-estar animal usou o argumento do calor excruciante que vem atingindo o país com temperaturas girando em torno dos 40°, mas a organizadora do evento, Carrieton Rodeo, se negou a cancelar ou reagendar seu evento marcado para a noite de sábado (28).

“Nas condições previstas, é provável que alguns animais sofram e não suportem esse estresse por calor, mas será difícil verificar quantos sofreram ou até que ponto”, disse Rebekah Eyers, da RSPCA.

“Para demonstrar que o bem-estar animal é uma prioridade, esperávamos que a Associação Profissional Australiana de Rodeio e os organizadores do evento seguissem o exemplo de outras organizações que usam animais para entretenimento e cancelassem ou reagendassem o evento”.

O presidente da associação, Daniel Williams, disse que o 67º rodeio anual estava “seguindo em frente”, esperando até 3 mil pessoas para comparecer ao evento e injetar dinheiro na cidade atingida pela seca.

Foto: Facebook/Carrieton Rodeo
Foto: Facebook/Carrieton Rodeo

“Está um dia absolutamente lindo. Temos um pulverizador de água à mão, se necessário, e temos a opção de adiar se o calor for extremo ”, disse Williams à AAP.

“Os cavalos são mantidos em excelentes condições, tratados como a realeza, e até conseguem correr por aí”.

“A RSPCA é um grupo ativista com o qual ninguém se preocupa atualmente, seu objetivo declarado é encerrar os rodeios”, disse presidente da associação de rodeios

A temperatura na cidade do extremo norte do sul da Austrália deve atingir 36°C no início da noite que é quando o rodeio começa, antes de esfriar rapidamente, disse o Bureau of Meteorology (Birô de Meteorologia).

Foto: Facebook/Carrieton Rodeo
Foto: Facebook/Carrieton Rodeo

“Essa temperatura de 36°C é bastante razoável para essa hora do dia, mas esfria muito rapidamente, e à meia-noite uma temperatura de 24°C é esperada”, disse uma porta-voz do departamento.

“Quando o sol se pôr, tudo ficará bem e eles receberão ajuda da brisa do mar”.

Não há temperatura máxima legalmente aplicável para impedir que os animais se apresentem em rodeios em todo o estado, infelizmente os rodeios são eventos legais no país.

Rodeios são alguns dos exemplos mais óbvios de crueldade com animais para entretenimento, derrubados, laçados, vítimas de choques, esses animais são explorados tem seus ossos quebrados e muito morrem nesses eventos bárbaros.

Mesmo que a temperatura caia, a RSPCA ainda tem preocupações sobre o transporte e manuseio de animais para e do evento, risco de estresse por calor e demais tipos de estresse físico.



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Holanda se torna o primeiro país sem cães abandonados – e não precisou sacrificar nenhum

Leia Mais