Denúncia

ONU alerta: temos 10 anos para salvar a biodiversidade da Terra!

Compartilhe:     |  18 de janeiro de 2020

Tem pessoas que ainda duvidam da escassez e dos impactos destrutivos causados ao meio ambiente pelo ser humano. Porém, a própria ONU vem dando o alerta de que, para garantir a preservação dos ecossistemas e da vida humana, pelo menos 30% da superfície da Terra deve ser transformada em área de proteção ambiental em até 2030.

Para reforçar a necessidade urgente de proteger a natureza e impedir a degradação ambiental, a ONU vem organizando ações como a do Grupo de Trabalho Aberto sobre o Quadro Global de Biodiversidade Pós-2020,  que elaborou o Zero draft text of the post-2020 global biodiversity framework.

O rascunho Zero deverá será discutido por representantes dos aproximadamente 200 países que se reunirão em outubro próximo, em Kunming, China, por ocasião da Cúpula da Biodiversidade.

Não é a primeira vez que as Nações Unidas alertam para a importância de proteger e restaurar ecossistemas, mas a necessidade de ações concretas nunca foi tão urgente quanto em nossos dias!

No ano passado, a ONU apresentou mais um relatório sobre o estado em que se encontra os ecossistemas e revelou que até um milhão de espécies de animais e plantas estão ameaçadas de extinção.

A responsabilidade de reverter essa situação está em nossas mãos, pois, o que a humanidade tem feito através de seu sistema de vida e atividades tem ameaçado constantemente a biodiversidade  e, se nada for feito imediatamente para mudar isso, a situação se voltará contra nós.

Para se ter uma ideia da gravidade do problema, a previsão é que em 2050, a África perca 50% de suas aves e mamíferos, e a vida marinha na Ásia entrará em completo colapso. Além de tudo isso, a Terra perderá a capacidade de absorver carbono, gerando um ciclo de destruição.

Por causa disso, a ONU propôs declarar que um terço das espaços terrestres e marinhos sejam convertidos em áreas protegidas e,  10% destes, devem estar sob rigorosa vigilância e proteção.

Este plano também fornece soluções para enfrentar a crise climática e que seguem os objetivos do Acordo de Paris, incluindo projetos de reflorestamento e restauração do solo, além de reduzir a poluição causada por pesticidas e plásticos.

Essa é uma proposta ambiciosa, acolhida e apoiada por cientistas e ambientalistas, que, no entanto, temem que não haja vontade política para alcançar e realizar tudo que está sendo proposto e que é muito necessário.

De fato, até o momento, os objetivos apontados pelas Nações Unidas para proteger e/ou restaurar ecossistemas ainda NÃO foram alcançados, precisamente pela falta de empenho e apoio político.

Se a implementação de programas para enfrentar a atual crise ambiental e climática continuar SEM sucesso e ficar só na teoria, em pouco tempo a humanidade enfrentará consequências mais desastrosas das que já estão ocorrendo, e nosso planeta perderá a sua biodiversidade. Por isso, não temos tempo a perder!



Fonte: Greenme - Deise Aur



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

PETA quer banir o uso do termo “animal de estimação” por ser depreciativo para os animais

Leia Mais