Notícias

Paraíba perde áreas naturais e dá espaço para atividades como agricultura, diz IBGE

Compartilhe:     |  13 de novembro de 2018

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, nesta segunda-feira (12), um relatório que mostra mudanças no território paraibano entre os anos de 2014 e 2016. Os municípios de Pocinhos, no Agreste paraibano, e Riacho dos Cavalos, no Sertão do estado, deixaram de ter áreas totalmente naturais e deram espaço para ocupações e atividades como agricultura e pastagem.

O mapeamento mostra as alterações nas formas de organização do espaço e dinâmica de ocupação do território de todos os estados brasileiros. As maiores mudanças que aconteceram entre os anos 2000 a 2016, na Paraíba, foram a redução das áreas totalmente naturais e o aumento do uso de meios artificiais na ocupação das terras para atividades mecânicas como a agricultura.

No estado entre os anos de 2000 e 2016, as áreas totalmente naturais passaram 4.460 para 4.326 quilômetros quadrados. Já os espaços que sofreram com processos artificias passaram de 11.035 para 13.482 quilômetros quadrados.

A Paraíba possui 3.766.528 habitantes e 223 municípios. O território do estado é de 56.468,435 quilômetros quadrados. Os biomas que predominam no território estadual são a Caatinga, que corresponde a 92% do território, e a Mata Atlântica, que se refere a 8%.



Fonte: G1 PB



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais