Notícias

Pássaros são intoxicados por medicamentos humanos na Califórnia

Compartilhe:     |  31 de dezembro de 2018

Dois pássaros ficaram intoxicados  depois de ingerirem um coquetel de vários medicamentos descartados em um parque da Califórnia .

Um homem que passeava por Carr Park em Huntington Beach na última quarta-feira 26, notou que o ganso e a gaivota estavam  andando devagar, lutando para manter o pescoço em pé e os olhos abertos antes que um deles caísse de costas, com as pernas abertas.

Vídeo mostra o ganso andando devagar e lutando para manter a cabeça erguida depois de comer as pílulas

Foi então que ele encontrou o motivo: centenas de pílulas espalhadas na grama – que as aves provavelmente confundiram com grãos.

O cidadão entrou em contato com o Animal Control e as aves foram levadas para o Wetlands & Wildlife Care Center para tratamento de overdose.

“Nosso centro está atualmente tratando um ganso do Canadá e uma gaivota que estão exibindo sintomas, como a perda de controle muscular, que coincide com a doença causada pela ingestão desses medicamentos”, escreveu a organização sem fins lucrativos em um post no Facebook.

Ninguém consegue descobrir quem despejou as cápsulas – que parecem ser uma mistura de medicamentos para o coração, antidepressivos, anti-ansiedade e pílulas de insônia – no parque

Especialistas em vida selvagem e zonas úmidas dizem que é provável que mais aves no parque também tenham ingerido as pílulas, mas não tenham visto um efeito tão dramático

De acordo com o Daily Mail, os pássaros estão melhorando com o tratamento, que consiste principalmente em liberar fluidos IV através de seu sistema para expelir as substâncias.

Wetlands & Wildlife especialistas disseram que as pílulas pareciam incluir medicamentos para o coração, antidepressivos, medicamentos anti-ansiedade e insônia.

O responsável e o motivo do descarte das pílulas no parque ainda não foram descoberto, segundo a CBS Los Angeles .

O centro disse que é provável que mais aves no parque também tenham ingerido as pílulas, mas não viram nenhuma com um efeito tão dramático.



Fonte: ANDA - Mariana Duque



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Por que os cães bebem muita água?

Leia Mais