Notícias

Pegada de dinossauro de 220 milhões de anos, preservada, é descoberta por criança de 4 anos

Compartilhe:     |  8 de fevereiro de 2021

A família estava a caminho do supermercado quando a menina viu uma pegada impressa em uma pedra.

Uma menina de quatro anos surpreendeu paleontologistas depois de encontrar uma pegada de dinossauro perfeitamente preservada que data de 220 milhões de anos.

Lily Wilder, de apenas 4 anos, fez a descoberta enquanto caminhava em uma praia em South Wales, Reino Unido, com seu pai e o cachorro. A família estava a caminho do supermercado quando a menina viu a pegada impressa em uma pedra.

No início, a família pensou que a impressão, que tem pouco mais de 10 cm de comprimento, foi riscada na rocha por um artista. Mas a mãe, Sally, estava ciente de que pegadas semelhantes haviam sido encontradas antes ao longo daquele pedaço da costa, então ela postou sobre a descoberta nas redes sociais.

“Encontrei uma página de identificação de fósseis no Facebook e postei lá e as pessoas ficaram um pouco malucas”, disse ela ao portal Wales Online.

Pouco depois, o Museu Nacional do País de Gales entrou em contato com a família e, desde então, as autoridades recuperaram a impressão e a colocaram no museu.

Os especialistas acreditam que a pegada foi provavelmente deixada por um dinossauro com cerca de 75 centímetros de altura e 2,5 metros de comprimento e andava sobre as duas patas traseiras. É impossível identificar exatamente qual espécie de dinossauro a deixou.

Cientistas galeses estão chamando a descoberta da garota de “a melhor impressão de dinossauro de 215 milhões de anos encontrada na Grã-Bretanha em uma década”.

O Museu Nacional de Cardiff, que atualmente está fechado devido à pandemia de Covid-19, disse que Lily e seus amiguinhos seriam convidados para a exposição assim que ela reabrisse.



Fonte: Jornal Ciência



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Alimentação natural para cães: dicas e cuidados

Leia Mais