Notícias

Peixes-bois monitorados em lago no AM devem voltar à natureza em 2015

Compartilhe:     |  18 de outubro de 2014

Seis peixes-bois estão sendo monitorados por pesquisadores em um lago pequeno em Manacapuru, município do Amazonas a 68 km de Manaus. Segundo o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), quatro desses animais devem ser reintroduzidos na natureza em 2015. Quando forem soltos, eles serão monitorados por cientistas do Amazonas e do Japão.

Os animais monitorados em Manacapuru fazem parte de um grupo de 11 peixes-bois que vive em um lago fechado de 16 hectares – equivalente ao tamanho de um campo de futebol – para avaliação de saúde. De acordo com o Inpa, dos seis animais capturados, quatro serão colocados em um lago menor com oito mil metros quadrados, onde será ofertado um volume maior de alimento para que eles ganhem peso e se mantenham saudáveis nas primeiras semanas em vida livre.

Segundo o Inpa, “o semicativeiro é uma etapa inédita na reintrodução de peixe-boi da Amazônia (Trichechus inunguis)”. O pesquisador Diogo Souza, responsável pela reintrodução dos animais, afirma que a  estratégia visa garantir reserva de energia para os animais. De acordo com ele, em outras experiências realizadas em 2008 e 2009, os animais chegaram a perder 50 kg nos primeiros dias, depois de soltos.

Ainda segundo o pesquisador, a fase de pré-soltura (semicativeiro) é fundamental para auxiliar na readaptação gradual de peixes-bois da Amazônia, criados em cativeiro, às condições dos rios amazônicos. “Essa mudança intermediária favorece a adaptação lenta, porque o animal entra em contato com o alimento, com a temperatura da água, vai ver outros animais ao redor. Tudo isso vai favorecer a adapatação porque não vai ser uma mudança drástica. Além disso, esse lago [em Manacapuru], sofre influência do Rio Solimões, ou seja, o rio sobe e desce no local”, disse Souza.

Ao todo, 59 peixes-boi vivem em tratamento no Inpa (Foto: Jamile Alves/G1 AM)
Animais chegaram ainda filhotes no Inpa, em
Manaus (Foto: Jamile Alves/G1 AM)

A previsão é que os quatro animais sejam soltos na Reserva de Desenvolvimento Sustentável Piagaçu-Purusa no primeiro semestre de 2015.

A Associação Amigos do Peixe-boi (Ampa) informou que os peixes-bois chegaram ainda filhotes ao Inpa, todos vítimas da caça ilegal. Há três anos, eles são preparados para retornarem aos rios da Amazônia. Eles foram levados para o lago maior em 2010 e 2011.

A ação integra o Programa de Reintrodução de Peixes-bois da Amazônia Criados em Cativeiro, realizado desde 2008 pelo Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia.



Fonte: G1 AM



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Não há evidências de que o coronavírus possa infectar gatos

Leia Mais