Notícias

Pensar no seu parceiro ajuda a aliviar o estresse, sugere estudo

Compartilhe:     |  25 de fevereiro de 2019

Cientistas da Universidade do Arizona, nos Estados Unidos, reforçaram a teoria de que relacionamentos amorosos saudáveis promovem o bem-estar mental. A partir de um experimento pra lá de curioso, eles concluíram que, só de pensar no parceiro durante uma situação tensa, o estresse já seria controlado.

O time de psicólogos americanos reuniu 102 universitários com idade média de 19 anos. Todos estavam em relacionamentos heterossexuais, que já duravam mais ou menos 20 meses.

Uma vez no laboratório, os voluntários assistiram a cenas da natureza por alguns momentos. Isso para ficarem igualmente relaxados.

Aí, aguardaram três minutos e colocaram um dos pés em um balde de água congelante (a temperatura estava entre 3 e 4°C), por quatro minutos. A ideia era submeter esse pessoal a uma situação desagradável – e, portanto, estressante.

Mas tem um detalhe: durante o experimento, alguns jovens ficaram sentados ao lado de seus companheiros, que permanecerem quietos. Outros foram orientados a fechar os olhos e imaginar como seria estar recebendo apoio dos amados naquele momento. E uma última turma teve que pensar nos acontecimentos do dia.

Para mensurar o nível de estresse, os pesquisadores mediram a pressão arterial e os batimentos do coração dos indivíduos. Quanto maior o pico de pressão ou de frequência cardíaca, maior o grau de tensão.

Resultado: os participantes que estiveram ao lado dos companheiros ou pensaram neles mantiveram a pressão em níveis mais baixos durante o teste do balde de água gelada. Isso em comparação com quem apenas reviveu seu dia na mente.

No entanto, a alteração na frequência dos batimentos cardíacos foi similar em todos os voluntários.

O psicólogo Kyle Bourassa, líder do estudo, acredita que seu trabalho mostra como estar junto com alguém ajuda a lidar com a tensão do cotidiano. “A vida é estressante e um caminho para manejar isso são os relacionamentos – seja com a presença do nosso parceiro ou apenas pensando nele”, arremata, em comunicado à imprensa.

Por outro lado, há certas limitações no estudo. Listamos duas:

Ainda assim, não custa tentar melhorar um dia ruim recordando de bons momentos ao lado de sua alma gêmea, não é mesmo?



Fonte: Saúde



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Cadela cega explorada para reprodução é salva e se torna amiga de menino com deficiência

Leia Mais