Notícias

Pés de jabuticaba carregados geram renda e viram atração em Goiás

Compartilhe:     |  10 de setembro de 2014

Os pés de jabuticaba, em Goiás, estão carregados. Durante dois meses, a fruta se torna uma atração para turistas e gera renda para muitos agricultores.

Ao todo, 150 fazendas produzem jabuticaba em Hidrolândia, região responsável por 60% da produção da fruta em Goiás.

O agricultor Paulo Antônio Sousa tem 42 mil pés da pingo de mel, que é uma variedade mais doce  e que se adaptou muito bem ao Cerrado. A planta de origem brasileira só se torna produtiva depois de 15 anos do plantio, mas aqui ela dá frutos há 50 anos e costuma ser cultivada em consórcio com outras frutas.

Goiás é o terceiro maior produtor de jabuticaba do país. A temporada vai do começo de setembro até o fim de outubro e o controle da produção da fruta é feito com a irrigação por inundação, que começa no mês de julho em lugares diferentes do pomar. Com isso, no mês de setembro têm pés carregados com frutas maduras, verdes ou ainda em fase de floração.

O serviço é feito por Vando Bugres, que sabe com precisão quando as jabuticabas de cada pé estarão prontas para o consumo.

As 180 mil toneladas da fruta são vendidas em grandes cidades ou transformadas em vários produtos como vinho, aguardente, cosméticos, doces e até artesanato, mas a tradição de chupar a jabuticaba no pé continua sendo a mais importante fonte de renda para os produtores e uma satisfação aos milhares de turistas que aparecem no local. “É muito bonito, os pés estão bastante cheios, o lugar é agradável, tem que aproveitar bastante, né?”, diz Luiz Senna, corretor de imóveis.



Fonte: Globo Rural



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais