Notícias

Pesquisador do Museu de História Natural de Londres cria asa de borboleta em laboratório

Compartilhe:     |  7 de outubro de 2014

O aspecto furta-cor brilhante das asas de alguns insetos pode um dia ser usado em tintas e cosméticos, de acordo com o pesquisador Andrew Parker, do Museu de História Natural de Londres. O professor conseguiu criar, em laboratório, pela primeira vez, a asa de uma borboleta tropical.

A asa da borboleta Morpho Azul, conhecida por sua cor azul metálica, foi criada a partir de escalas embrionárias da asa. Ele espera encontrar uma maneira de reproduzir as microscópicas estruturas das asas, que agem como minúsculos prismas, dividindo a luz em diferentes cores.

— Pigmentos convencionais absorvem comprimentos de ondas de luz e espalham outros.Mas as asas da Morpho Azul contêm estruturas transparentes que refratem a luz de forma a dar uma coloração vívida — disse Parker ao jornal “Independent”.



Fonte: O Globo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Educação canina para iniciantes: 5 dicas

Leia Mais