Notícias

Pesquisadores descobrem que árvores têm “batimento cardíaco”

Compartilhe:     |  26 de março de 2019

Os pesquisadores Zlinszky e Anders Barfod descobriram que as árvores têm uma espécie de “batimento cardíaco”. Segundo eles, os troncos e galhos se contraem e se expandem para levar a água das raízes até as folhas, de forma semelhante ao que é feito pelo nosso coração para bombear sangue para todo o organismo do corpo humano.

A principal diferença entre o que o coração e as árvores fazem é a frequência do “batimento cardíaco”. A árvore tem um “batimento” a cada duas horas ou mais e, ao invés de regular a pressão sanguínea, esse “batimento” serve para regular a pressão da água. As informações são do Portal Raízes.

Para chegar ao resultado do estudo, os pesquisadores usaram um scanner a laser terrestre que monitorou 22 espécies de árvores e documentou a forma como o topo dessas árvores se transformou. Os cientistas tiveram o cuidado de realizar as medições em estufas à noite para descartar o sol e o vento como fatores nas mudanças do formato das árvores.

Em várias árvores estudadas, os galhos subiam e desciam cerca de um centímetro a cada duas horas. O movimento, para os pesquisadores, é uma indicação clara de que as árvores bombeiam água das raízes para as folhas.

Os pesquisadores não sabem ainda, porém, de que forma esse “bombeamento” funciona. A sugestão deles é que o tronco aperte a água, empurrando-a através do xilema – um sistema de tecido vegetal formado por células mortas, rígidas e lignificadas que conduzem a seiva e sustentam a plana, cuja principal função é transportar água e nutrientes.



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Entenda a Gravidez Psicológica em Cadelas!

Leia Mais