Notícias

Pesquisadores registram primeiro caso de urso polar caçando golfinhos

Compartilhe:     |  12 de junho de 2015

Pesquisadores do Instituto Polar da Noruega publicaram um estudo nesta quarta-feira (10) relatando comportamentos raros na população de ursos polares da região – e de golfinhos. Os cientistas registraram, pela primeira vez, ursos polares caçando e comendo golfinhos.

O caso foi registrado em Svalbard, Noruega, no ano passado. Pesquisadores encontraram um urso polar comendo dois corpos de golfinhos-de-bico-branco. Após terminar a primeira refeição, o urso escondeu o segundo golfinho no gelo, o que na prática funcionou como uma “geladeira natural”. Os biólogos especulam que ele fez isso para poder comer posteriormente. Esse comportamento é raro na espécie.

Ursos polares são predadores “oportunistas”. Assim, eles usaram as mesmas estratégias da caça de focas para capturar os golfinhos. Mas o que realmente surpreendeu os cientistas é que golfinhos são muito raros na região. Eles não costumam ir tão norte na costa da Noruega, que tem águas mais frias.

Para os cientistas, as mudanças que estão acontecendo no planeta poderiam ser uma forma de explicar o comportamento incomum tanto de ursos quanto golfinhos. Com o aumento da temperatura do planeta, os ursos estão perdendo área de gelo onde costumam caçar no Ártico, e são forçados a procurar uma nova dieta – e a guardar comida.

Ao mesmo tempo, o aquecimento global também aumenta a temperatura dos oceanos. O mar mais quente altera as correntes marinhas e pode confundir a rota de migração de golfinhos. Os golfinhos não conseguiram voltar a tempo e ficaram presos em meio ao gelo, se tornando presa fácil.

Ou seja, se nada for feito para enfrentar o aquecimento global, devemos voltar a observar golfinhos e ursos se enfrentando no Polo Norte.



Fonte: Revista Época - Blog do Planeta - Bruno Caixto



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Holanda se torna o primeiro país sem cães abandonados – e não precisou sacrificar nenhum

Leia Mais