Notícias

Pessoas que se acham feias têm risco maior de câncer de pele, diz estudo

Compartilhe:     |  16 de outubro de 2014

Se você está insatisfeito com a própria aparência e se acha feio toda vez que se olha no espelho, cuidado: seu risco de desenvolver câncer de pele pode ser alto, alertam cientistas. Um estudo publicado no jornal Health Psychology concluiu que pessoas que não se consideram atraentes são mais propensas a exagerar na exposição ao sol e a dispensar o uso de protetor solar.

Segundo os pesquisadores, índivíduos com baixa autoestima em relação ao corpo gostam de caprichar mais no bronzear por acreditar que o brilho dourado os faz parecer mais bonitos. Tal relação foi encontrada com mais força entre os homens.

Mais de 1.500 jovens americanos, com média de idade de 29 anos, participaram do estudo. Eles eram perguntados sobre o que pensavam da própria aparência, e as respostas variavam entre “muito atraente” e “nem um pouco atraente”. Eles também foram questionados sobre a frequência com que tinham sofrido queimaduras graves causadas pelo sol, quanto tempo ficam sob o sol e se usam protetor solar.

Aqueles que se achavam pouco atraentes passavam mais tempo expostos ao sol. Eles também eram menos propensos a usar protetor solar e tinham sofrido mais queimaduras.

— Uma possível explicação é que as pessoas se sentem mais atraentes se elas se veem bronzeadas. Elas sentem que isso reduz as imperfeições da pele e as ajuda a parecer esguias e tonificadas — diz a pesquisadora Sarah Grogan, da Universidade Metropolitana de Manchester, na Inglaterra.



Fonte: Extra



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais