O lixo em questão

Pneus velhos viram trilhos sustentáveis na Itália

Compartilhe:     |  1 de fevereiro de 2020

trilhos sustentáveis pneus

Pneus e plástico reciclado estão ganhando um novo destino na Itália. A Greenrail, localizada em Milão, usa estes resíduos para produzir trilhos de trem sustentáveis. Além de reduzir a poluição e o impacto ambiental causados por estes materiais, a empresa reduziu o custo de manutenção em 50% menor e entrega produtos mais duráveis, com uma vida útil que pode chegar a 50 anos (10 a mais do que os trilhos tradicionais).

Para cada quilômetro de pista, são reaproveitadas até 35 toneladas de pneus, um dos poluidores plásticos mais comuns no mundo. Um relatório da União Internacional pela Conservação da Natureza, publicado em 2017, estima que os pneus são responsáveis por cerca de 30% da poluição por plástico nos oceanos.

Por ser um material difícil de reciclar, pneus velhos acabam sendo abandonados e se decompondo em pedaços cada vez menores.

Os trilhos da Greenrail são similares aos trilhos tradicionais, mas são cobertos com uma mistura de plástico e borracha de pneus velhos que foram reciclados.

O transporte ferroviário é bastante usado na Europa e também traz algumas vantagens importantes como a  grande capacidade de carga, a economia em relação ao transporte rodoviária, menor risco de acidentes, viagens rápidas graças à alta velocidade que alguns trens podem atingir e também a diversidade de opções energéticas, não sendo dependente de combustíveis fósseis.

Reciclagem e energia limpa

Além de reaproveitar pneus e plástico urbano em sua estrutura, os trilhos também podem incorporar painéis fotovoltaicos para produção de energia elétrica pela luz do sol. Este processo é favorecido pela exposição constante de grande parte da malha ferroviária, normalmente localizada ao ar livre. Os dormentes com esta tecnologia tem a capacidade de produzir 35 MWh/km por ano.

Foto: Greenrail


Fonte: CicloVivo - Natasha Olsen



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

PETA quer banir o uso do termo “animal de estimação” por ser depreciativo para os animais

Leia Mais