Crônicas e Poesias

Poemas ecológicos de Saulo Mendonça

Compartilhe:     |  30 de maio de 2021

1
RecomendAÇÕES ecológicas

Retoma o peito
e cresce
ecologicamente
que da cabeça
nasce o estrume.
E se plantando
for o tempo
no esplendor
de seu cume,
ainda nascerá o verde.

2
O Zangão

Com véu de mel
a abelha Rainha
vela o seu Zangão.

No favo
fervilhante de alvéolos
escorrem à noite
doces amores de então.

3
Beija-flor

Eu beijo a flor
como beija
a manhã
o beija-flor.

Carrego o pólen
na simbiose
de ver-me pássaro
até aonde for
levando a manhã
no bico
feito estrela
pra devolver-me
à língua
o efêmero falar
do beijo que voou.



Fonte: Saulo Mendonça - Escritor, poeta e haikaista



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Como não repreender seu cachorro – Dicas de cuidados e educação

Leia Mais