Notícias

Poluição radioativa: O que é, principais causas e consequências

Compartilhe:     |  30 de outubro de 2020

Compreende-se como poluição radioativa ou nuclear quando as causas provêm da radiação, isto é, de materiais radioativos.

Este consiste no pior tipo de poluição, sendo a mais perigosa para o planeta. As substâncias radioativas podem ser naturais ou então artificiais, desenvolvidas em laboratórios.

A saber, a radiação segundo a física propaga a energia através de ondas eletromagnéticas e a radioatividade define os núcleos instáveis dos átomos de alguns elementos químicos, ficando aptos a gerar radiação.

A poluição radioativa é oriunda das usinas nucleares, através da energia nuclear ou atômica. O lixo gerado recebe o nome de lixo nuclear ou radioativo.

Conquanto, podemos citar as bombas nucleares como um exemplo de poluição radioativa, tendo como um dos principais componentes o urânio.

Além disso, outros elementos e gases são liberados como:

Podemos destacar, entre os acidentes nucleares mais populares o de Chernobyl na Ucrânia em 1986 e o de Fukushima no Japão em 2011.

Além deles, as bombas atômicas atômicas que atingiram Hiroshima e Nagasaki no Japão na Segunda Guerra Mundial, devem ser citadas.

Todos esses eventos trouxeram severas consequências a humanidade, causando morte e proliferando doenças, além de mostrar ao mundo o tamanho do estrago que a poluição radioativa pode causar.

Causas e Consequências da poluição radioativa

As Usinas Nucleares são as principais causadoras da poluição radioativa. Entretanto, a radioatividade que ameaça vidas também pode salvá-las, como é o caso do uso dela na medicina para o tratamento de câncer, através da radioterapia e no uso do raio-x.

A principal prevenção para os desastres, é o manejo de maneira consciente e os cuidados devidos com os elementos químicos.

Caso contrário, é possível o aparecimento de diversas doenças como:

A poluição radioativa também pode impactar severamente a fauna, assim como a flora da região, proporcionando assim um catastrófico desequilíbrio ambiental.

Ademais, a poluição radioativa é considera o pior tipo, visto que não há técnicas que consiga “limpar” a contaminação proporcionada por ela.

Dessa maneira, espera-se o devido manejo dos itens radioativos, assim como a diminuição de testes nucleares, e o correto descarte dos materiais radioativos em locais apropriados para o seu recebimento.



Fonte: Notícias Concursos



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais