Notícias

Por que os pássaros sobreviveram ao asteroide que extinguiu os dinossauros?

Compartilhe:     |  5 de outubro de 2020

Parece que os pássaros podem ter tido uma vantagem sobre outras criaturas que foram extintas na era dos dinossauros após um asteroide atingir a Terra.

Para iniciar a explicação, deixamos claro que os pássaros são os únicos dinossauros que restam e isso pode parecer estranho. Afinal de contas, eles não se parecem com tiranossauros.

A verdade é que no Jurássico, cerca de 150 milhões de anos atrás, os primeiros pássaros evoluíram de pequenos dinossauros semelhantes a raptores. Então, os pássaros são um ramo da árvore genealógica dos dinossauros.

E depois do asteroide, quem sobreviveu?

Por mais de 80 milhões de anos, pássaros de todos os tipos floresceram, de nadadores parecidos com mergulhões e com dentes a pássaros com bico que tinham penas enquanto voavam.

pássaros

Em retrospectiva, as aves podem ter a categoria de dinossauros aviários e todos os outros tipos de dinossauros seriam não aviários (de estegossauro ao brontossauro).

A única razão pela qual os paleontólogos definem essa divisão é um asteroide que atingiu a Terra há 66 milhões de anos. Ele desencadeou a quinta extinção em massa na história do mundo.

Alguns dos destroços lançados na atmosfera retornou à Terra e a fricção transformou o ar em um forno, assim provocando incêndios florestais por todo o mundo. A intensidade do calor deu lugar ao impacto prolongado do inverno.

Então, o céu ficou encoberto de fuligem e cinzas e mais de 75% das espécies conhecidas desde o final do período Cretáceo não chegou ao período seguinte, o Paleógeno.

Essa ruptura geológica entre os dois é chamada de fronteira K-Pg, e pássaros com bico foram os únicos dinossauros a sobreviver nesse desastre.

Por que os pássaros sobreviveram?

pássaro comendo

Tem havido muita discussão sobre o que permitiu que os pássaros modernos sobrevivessem à extinção K-Pg, disse o paleontólogo Derek Larson do Royal BC Museum.

O final do Cretáceo exibiu toda uma gama de pássaros répteis semelhantes a pássaros. Mas desse grupos, apenas os pássaros com bico sobreviveram. Os acontecimentos da evolução deram aos pássaros o seu lugar muito antes do asteroide colidir com a Terra.

Hoje todos os pássaros têm bico e não têm dentes, mas nem sempre foi assim. O primeiro pássaro, o Archaeopteryx de 150 milhões de anos, tinha dentes e evoluía ao lado de seus parentes dinossauros. Só que alguns eventualmente perdiam esses dentes e arrancavam as refeições com seus bicos.

Pressões evolutivas

Dado que a maioria dos pássaros voa, a adaptação ao ar parecia uma possibilidade para a causa deles não terem mais dentes ao caminhar da evolução.

Hipóteses se concentravam na ideia de redução de peso para o voo, diz a paleontóloga Grace Musser, da Universidade do Texas em Austin. Mas a descoberta de que algumas aves com dentes eram fortes voadores levou a hipótese a cair por terra.

Chegamos a conclusão: em vez de voar, a comida pode ter dado aos pássaros um empurrão evolucionário. Os paleontólogos notaram que alguns perderam dentes à medida que se tornaram herbívoros.

Enquanto os primeiros pássaros tinham dentes para comer insetos e outros pequenos pedaços, algumas linhagens se especializavam em comer frutas, sementes e outros alimentos vegetais.

Então, em vez de dentes, os pássaros desenvolveram bicos para arrancar e escolher seus alimentos.

Logo, “mudanças no crânio e no rosto conforme o bico se tornava mais complexo podem ter movido os tecidos em desenvolvimento, mudando a forma como eles interagem no embrião e resultando na perda da formação do dente”, diz a anatomista Abigail Tucker do King’s College London.

Eles foram capazes de se alimentar das sementes das florestas destruídas e esperar décadas até que a vegetação começasse a retornar.

Quando ocorreu a extinção, as características das aves que vinham evoluindo por milhões de anos fizeram a diferença entre vida e morte.

 



Fonte: Socientífica - Com informações de Smithsonian Magazine



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais