Notícias

Por que tão poucos casos de coronavírus foram relatados na África?

Compartilhe:     |  12 de março de 2020

Os especialistas ainda não sabem por que tão poucos casos do novo coronavírus foram relatados na África, apesar da China – onde o vírus se originou – ser o principal parceiro comercial do continente com uma população de 1,3 bilhão de pessoas, aponta a publicação NewScientist.

Embora o número oficial de casos no Egito tenha aumentado de dois para 59 no fim de semana, incluindo 33 pessoas que estavam em um cruzeiro pelo Nilo, na África, o número de casos permaneceu baixo.

Na manhã de terça-feira, havia apenas 95 casos oficiais no continente, embora dois países – Togo e Camarões – relataram seus primeiros casos no fim de semana. A disseminação na África é preocupante por causa da fragilidade do sistema de saúde, e pelo continente já enfrentar grandes problemas de saúde pública, como malária, tuberculose e HIV.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) se apressou em reforçar a capacidade dos países africanos de testar o vírus e treinar profissionais de saúde para cuidar das pessoas afetadas por ele. Somente o Senegal e a África do Sul tinham laboratórios que poderiam testar o vírus no final de janeiro, mas 37 países agora têm capacidade de teste.



Fonte: Exame



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Não há evidências de que o coronavírus possa infectar gatos

Leia Mais