Notícias

Prefeitura e instituições parceiras promovem ação de recuperação da nascente do Rio Cuiá

Compartilhe:     |  14 de novembro de 2019

Leonildo Lopes de Moraes mora há 38 anos no Grotão. “Eu vinha pegar água aqui na nascente do Rio Cuiá, no tempo em que o conjunto ainda não tinha abastecimento. Eu vinha com minha mãe”. Leonildo, assim como outros moradores do entorno da nascente, estão, junto com a Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), Polícia Ambiental, Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), envolvidos nas ações de recuperação e monitoramento da nascente do Rio Cuiá.

Nesta quarta-feira (13), os técnicos da Divisão de Estudos e Pesquisas (Diep), da Secretaria de Meio Ambiente (Semam) , promoveram um café da manhã na área da nascente, com participação dos moradores do local, num clima de confraternização com todos os representantes dos órgãos envolvidos na ação.

Os educadores do Centro de Estudos e Práticas Ambientais (Cepam) da Semam acompanharam os moradores no plantio das mudas de árvores nativas, visitaram e conversaram com os donos dos mercadinhos locais, sensibilizando as pessoas para que todos se sintam responsáveis por cuidar da área da nascente. Já as equipes da Autarquia Especial de Limpeza Urbana (Emlur) fizeram a limpeza do lixo, utilizando maquinário de grande porte, como caçambas e retroescavadeiras, já que as nascentes dos rios têm que estar limpas, livre de lixo. Também estiveram presentes os educadores ambientais da Emlur, mobilizando a comunidade, com ações de conscientização porta a porta e palestras nas escolas locais.

O professor da UFPB, Gilson Moura, que ministra a disciplina de Ecologia no Departamento de Sistemática e Ecologia do Centro de Ciências Exatas e da Natureza (CCEN), é um dos responsáveis por elaborar o projeto de extensão, que envolve todas as instituições na ação de preservação das nascentes dos rios. Ele explicou que a ação surgiu a partir da necessidade em se preservar as nascentes e os rios de João Pessoa. “A nossa ideia é envolver o máximo de pessoas e instituições, para que todos possam contribuir de alguma forma, com a recuperação de nossos rios”, destacou.

As equipes da Divisão de Controle da Poluição da Sudema fizeram duas coletas de água em pontos distintos da nascente. Com essa coleta serão avaliadas as condições de oxigênio, temperatura, condutividade e PH da água. Numa avaliação posterior, feita em laboratório, os técnicos vão verificar se há presença de bactérias e outros agentes nocivos na água. Segundo Samara Galvão, chefe da Divisão de Controle da Poluição da Sudema, “os resultados das análises deverão nortear as ações na nascente e também ao longo do rio, já que fazemos o monitoramento também no leito do rio, na ponte que fica entre o Geisel e Valentina”.

O secretário de Meio Ambiente da Semam, Abelardo Jurema Neto, destacou que essa ação é muito importante. “Nós temos várias instituições envolvidas na atividade, todos trabalhando com o objetivo de mudar as condições dos rios que estão no território de João Pessoa. Temos plena consciência que estamos começando uma ação que só trará resultados positivos para o patrimônio ambiental da cidade, beneficiando todos nós”, concluiu.



Fonte: PMJP - Por Jô Vital



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Considere aspectos individuais antes de sacramentar vínculo com animal de estimação

Leia Mais