Notícias

Primeiros passos: Como mulheres podem incluir cuidados ecológicos na rotina

Compartilhe:     |  11 de março de 2019

As mulheres em sua pluralidade de ideias, atitudes e reflexões podem escolher muito bem como querem vivenciar este 8 de março, dedicado a elas. Algumas não querem saber de flores, outras amam ganhá-las, algumas vão às ruas na tarde hoje clamar pelo fim do machismo e outras ainda, pela própria existência, são exemplo de força e luta. Nós aqui do CicloVivo trazemos sugestões para aquelas que estão na busca de uma vida com menos consumo, menos gastos e menos imposições de padrões sociais. Aplicadas no dia a dia, elas revelam um caminho para o autocuidado, tão necessário àquelas que estão o tempo inteiro querendo abraçar o mundo e, não raro, esquecem de si mesmas.

A vida das mulheres é cercada de produtos tóxicos, substâncias que ainda não há estudos suficientes que revelam seus efeitos a longo prazo. Então, façamos uma experiência: que tal começar a questionar tudo que você usa no dia? Começar, ainda que aos poucos, a buscar a origem das matérias-primas e os possíveis efeitos no seu corpo. Por exemplo, você compra máscara de queratina para o cabelo, cremes com colágeno para o rosto, mas já pensou que tais substâncias podem simplesmente serem encontradas nos alimentos certos? Não à toa dizem que informação é poder. Realmente é.

– Saúde

A primeira dica é começar a aprender sobre a ginecologia natural. Separe alguns minutos, ao menos uma vez por semana, para ler um pouco sobre o assunto. Não tenha medo das receitinhas da vovó, aprenda com elas. Dormir bem, tomar água e alimentar-se de vegetais, frutas e livre de óleos são dicas tão antigas quanto verdadeiras.

Ainda neste quesito, teste produtos mais ecológicos. Você pode trocar os absorventes descartáveis pelo famoso copinho, os absorventes de pano para os dias de menos fluxo e até por calcinhas absorventes.

– Cosméticos em geral

Ainda na linha de higiene, você pode começar a testar cosméticos menos nocivos. Já há no mercado diversas linhas naturais e veganas. O xampu sólido, por exemplo, rende mais do que o líquido. Há também tintas de cabelo, esmaltes e maquiagens apenas com matérias-primas naturais, que não usam ou testam em animais. Mas você vai pensar: isso tudo é muito caro, não é para mim. Sobre essa questão, falamos no tópico abaixo.

– Gaste menos e melhor

Uma questão importante é entender que não é preciso ter mil produtos para mil funções. Adquirindo menos, você pode investir em opções menos populares e que serão mais eficientes, ecológicas e saudáveis para seu corpo e para o meio ambiente. As marcas estão atentas a esta mudança de comportamento das mulheres e homens também. Uma marca famosa que antes cobrava caro por um xampu sem parabenos, por exemplo, teve que baixar o valor após surgir outra que oferecia o mesmo benefício por um valor bem mais em conta. Então, vá trocando aos poucos. Peça dicas para os amigos e não desanime. Só testando você entende o que funciona para seu caso.

Como começar

O primeiro passo para uma vida mais consciente é decidir que vai tentar. Esta decisão é importante e você deve anotá-la como uma meta de vida. Escreva as razões pelas quais tomou a decisão e deixe à vista para lembrá-la sempre. O segundo passo é planejar as mudanças que deseja para sua vida. Por exemplo, escreva “quero virar vegetariano até o mês de junho”. A partir daí, você buscará nutricionista, receitas que podem ajudar no dia a dia, pensar em opções para dias que não estará em casa e, portanto, com menos opções. Enfim, fazer um planejamento e sistematizar os objetivos é essencial para não desistir na primeira adversidade que surgir.



Fonte: CicloVivo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

5 coisas horríveis que você não sabia que aranhas podem fazer com você

Leia Mais