Notícias

Produção de cerâmica usada na construção civil será sustentável

Compartilhe:     |  21 de agosto de 2014

O avanço tecnológico aumentará a produtividade e promoverá a sustentabilidade ambiental

A sustentabilidade do uso da lenha nos fornos de queima de cerâmica estará em debate em Campina Grande, no interior da Paraíba, nesta quinta-feira (21/08).  O Ministério do Meio Ambiente (MMA) participa da Mostra de Tecnologia de Fornos para Cerâmica Vermelha, que tem o objetivo de destacar as iniciativas mais eficientes da produção e do consumo sustentáveis da cerâmica usada pela construção civil.

“Para manter as características ambientais da Caatinga, é preciso desenvolver tecnologias que promovam o uso sustentável dos recursos naturais, especialmente da vegetação nativa. A ausência da cobertura vegetal fragiliza severamente esse ambiente, sendo a porta de entrada para os processos de degradação do solo e da desertificação”, afirmou o secretário de Extrativismo e Desenvolvimento Rural Sustentável do MMA, Paulo Guilherme Cabral, que participa do evento na Paraíba.

O avanço tecnológico vai contribuir para aumentar a eficiência produtiva ao mesmo tempo em que promoverá a sustentabilidade ambiental da atividade. O diretor do Departamento de Combate à Desertificação do MMA, Francisco Campello, afirmou que o desmatamento para fim energético é um dos principais causadores do processo de desertificação. A solução para o problema é buscada por meio de parcerias do governo com entidades da sociedade civil e a iniciativa privada. Os programas envolvem produtores e assentamentos da reforma agrária, ofertando biomassa florestal nativa (lenha) legalizada, inclusiva e sustentável, fruto de manejo florestal.

FOGÕES ECOEFICIENTES

Outro projeto importante para a convivência saudável com o semi-árido envolve fogões ecoeficientes. “Existe um uso intenso da lenha para o preparo dos alimentos pelas famílias rurais, sem uso de tecnologias adequadas, trazendo consequências para a saúde das famílias, em especial das mulheres”, lembra Campello. O projeto promove a coleta sustentável de lenha doméstica, além de fogões de alta eficiência sem fumaça nas casas. Também o polo gesseiro, outro produto usado na construção civil, é alvo de projetos de sustentabilidade.

O público alvo do encontro é o empresariado do setor cerâmico da Paraíba, do Pernambuco e do Rio Grande do Norte. O evento acontece no Centro de Inovação e Tecnologia Telmo Araújo (CITTA) em Campina Grande (PB).



Fonte: Ascom - MMA - LETÍCIA VERDI



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Cadela cega explorada para reprodução é salva e se torna amiga de menino com deficiência

Leia Mais