Notícias

Programa permite ao mercado comprar soja produzida de forma responsável

Compartilhe:     |  7 de outubro de 2019

O Soy Toolkit, programa desenvolvido pelo Proforest, apresenta uma gama de ferramentas que traders, empresas e varejo podem utilizar para a compra responsável da soja. Trata-se de um guia de acesso às mais de 100 iniciativas que buscam desvincular a produção e o comércio de soja do desmatamento e de violações aos direitos humanos

A soja é uma cultura versátil e a principal pauta de exportação do Brasil. Comemos soja em molhos, bolos, biscoitos e, de forma indireta, na proteína animal, já que a maior parte da produção é utilizada como ração para frangos, porcos e bovinos. A soja também é utilizada para produzir biodiesel, velas ou giz de cera. De modo geral, sua produção ocorre de maneira sofisticada no Brasil, gera riquezas e empregos ao longo de uma cadeia de valor internacional.

Não obstante, há a preocupação de que em algumas regiões onde é produzida ocorram impactos sociais e ambientais negativos – incluindo o desmatamento, a conversão de vegetação nativa, o trabalho análogo ao escravo e a contaminação pelo uso incorreto de agrotóxicos1234567. Como resposta, cresce o número de empresas compradoras de soja que assumem compromissos de somente comprar soja produzida de maneira responsável.

Além de compromissos públicos individuais, empresas como McDonald’s, Unilever, Walmart, Nestlé e diversas outras (cerca de 70 grandes marcas internacionais) assinaram a Declaração de Apoio ao Manifesto do Cerrado8. Essas empresas reconhecem a importância do bioma Cerrado com relação à mudança climática, à biodiversidade e ao ciclo da água, e se comprometem a trabalhar com partes interessadas para eliminar o desmatamento e a conversão de vegetação nativa no bioma. Há mais de 10 anos empresas aderiram à Moratória da Soja na Amazônia9, na qual se comprometeram a não comprar ou financiar a produção de soja em áreas desmatadas no bioma após 2018.

Há uma profusão de iniciativas com o objetivo de analisar e engajar os atores das cadeias de soja, com o potencial de colaborar para que as empresas atendam aos seus compromissos públicos. Alguns exemplos incluem:

Trase: Apresenta os vínculos comerciais entre os países compradores de soja e os municípios de produção no Brasil. Empresas no final da cadeia identificam a origem da soja que compram. Plataforma gratuita que também apresenta perfis de risco de desmatamento e outros impactos ambientais e sociais (www.trase.earth).

MapBiomas: Plataforma que apresenta informações sobre mudança de uso do solo no Brasil e alertas sobre perda de cobertura de vegetação nativa. Foi desenvolvida por um amplo consórcio de organizações da sociedade civil, setor privado e academia (www.mapbiomas.org).

Sistema Nacional de Cadastro Ambiental Rural (SiCAR): Plataforma oficial do governo brasileiro onde todas as propriedades rurais privadas devem estar cadastradas. Apresenta informações como limites das propriedades e se há sobreposição com áreas protegidas. Ferramenta chave para a análise do cumprimento do Código Florestal (www.car.gov.br).

Soja Plus: Capacita gratuitamente produtores e produtoras rurais na melhoria da gestão da sua fazenda e promove o cumprimento legal. É liderado pela Associação Brasileira da Indústria de Óleos Vegetais (www.sojaplus.com.br).

Neste contexto, o Fundo Mundial para o Meio Ambiente patrocinou o desenvolvimento do Soy Toolkit, um programa do Proforest para apoiar empresas na compra responsável de soja. É um guia de acesso às mais de 100 iniciativas que buscam desvincular a produção e o comércio de soja do desmatamento, da conversão de vegetação nativa e de violações aos direitos humanos. Para isso, apresenta orientações sobre o enorme leque de ferramentas e iniciativas úteis às empresas em diferentes elos da cadeia. O Proforest, por sua vez, é um grupo sem fins lucrativos que ajuda as pessoas a gerenciar e obter recursos naturais de forma sustentável.

As informações foram organizadas em torno de cinco elementos, e disponibilizadas publicamente (em português, inglês e mandarim) no website do programa www.soytoolkit.net. O Soy Toolkit:

> Simplifica a ampla gama de ferramentas e iniciativas existentes, destacando as mais relevantes para a jornada de sustentabilidade de uma empresa na cadeia da soja.

> Aumenta a capacidade das empresas para identificar e usar as ferramentas mais adequadas às suas necessidades.

> Aumenta a capacidade de traders, processadores e varejistas para que cumpram os seus compromissos de compra responsável de soja.

Há cada vez mais escrutínio sobre a soja utilizada como insumo nas mais diversas atividades. A despeito dos esforços já depreendidos, permanecem altas taxas de desmatamento11 e conversão de vegetação nativa em biomas críticos como a Amazônia e o Cerrado. Deriva disso maior pressão para que a cadeia da soja evidencie sua desvinculação dos impactos ambientais e sociais negativos. Jogar luz às iniciativas mais relevantes para este objetivo é o foco do Soy Toolkit.

*Diretor Assistente do Proforest, é M.Sc. em Planejamento Energético com ênfase em Planejamento Ambiental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e Engenheiro Agrônomo pela Universidade Estadual Paulista.

** Co-Diretora para a America Latina no Proforest, é M.Phil. em Política Ambiental pela Universidade de Cambridge e B.Sc. em Relações internacionais pela Universidade de Brasília.

O Soy Toolkit é desenvolvido pelo Proforest em nome da Good Growth Partnership, com o apoio financeiro do Fundo Mundial para o Meio Ambiente (Global Environment Facility – GEF) por meio do World Wildlife Fund (WWF).



Fonte: Página 22 - Pedro Amaral* e Isabella Freire Vitali**



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Dia das crianças: não dê animal de presente!

Leia Mais