Notícias

Projeto prevê plantio de 30 mil árvores em Campina Grande até o fim de 2016

Compartilhe:     |  20 de março de 2015

Campina Grande prevê a expansão do projeto ‘Habite-se Ecológico’ com a plantação de pelo menos 30 mil árvores até o fim de 2016. A ideia permite com que o empreendimento imobiliário só seja construído mediante a plantação de árvores.

De acordo com o secretário de Obras, André Agra, o ‘Habite-se’ é concedido pela prefeitura da cidade onde o empreendimento imobiliário encontra-se localizado. Trata-se de uma certidão que autoriza a ser ocupado o imóvel recém-construído ou reformado. Nesse sentido, ao ser concedido, o proprietário tem a garantia que a construção seguiu corretamente tudo o que estava previsto no projeto aprovado, tendo cumprido a legislação que regula o uso e ocupação do solo urbano, respeitando os parâmetros legais quanto à área de construção e ocupação do terreno.

Segundo o que foi estabelecido em Campina Grande, a cada 60 metros quadrados de área construída uma árvore deve ser plantada. Com isso, por exemplo, se uma determinada casa ocupar uma área de 600 metros quadrados vai resultar no plantio de 10 árvores, contribuindo-se para a melhoria da qualidade de vida da população e a expansão da área verde na cidade.

A PMCG fez, ainda, outra adaptação no projeto original, pois caso, por exemplo, a construção de um grande prédio gere a obrigatoriedade do planto de cem árvores, mas no local não exista espaço para o cumprimento desta finalidade, caberá à Secretaria de Serviços Urbanos e Meio Ambiente (Sesuma) indicar o local e o tipo de árvore a ser plantado na área mais adequada da cidade, efetivando-se uma política de arborização de acordo com padrões técnicos e ecológicos corretos.



Fonte: Portal Correio



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais