Notícias

Projeto realiza camuflagem de vitiligo gratuita em Petrópolis

Compartilhe:     |  29 de julho de 2018

Com o objetivo de contribuir para a autoestima de pacientes, o projeto Volte a Ser Feliz, promovido pela Clínica Patrícia Bastos, em Petrópolis, Região Serrana do Rio, deu início a um procedimento pioneiro no segmento de dermopigmentação paramédica: a camuflagem de vitiligo passivo, realizada de forma gratuita na cidade. Na primeira etapa, o projeto promoveu a pigmentação de aréola mamária em pacientes oncológicas que fizeram mastectomia.

O vitiligo é uma doença caracterizada pela perda da coloração em pontos da pele, formadas pela diminuição ou ausência de células responsáveis por pigmentar a derme. Fatores genéticos e emocionais, como o estresse, podem causar o vitiligo.

O representante comercial Thiago Luiz Ceschini, convive com a doença há quatro anos. Ele foi o primeiro a receber o procedimento, que teve início na última semana. Para Thiago, o estresse foi o grande causador do aparecimento das manchas. “Meu avô teve vitiligo, o que já propicia o aparecimento na minha pele, mas o que desencadeou tudo foi o estresse. Por ser uma pessoa extrovertida e não muito ligada à aparência, o impacto não foi tão grande, mas claro que me afetou”, diz.

A dermopigmentadora Patrícia Bastos, desta que cada pele reage de uma forma e, por isso, o acompanhamento é essencial. “A tinta clareia em torno de 30 a 40%, em um prazo de 10 dias, dependendo do tipo de pele. Primeiro, realizamos os testes com diferentes cores de pigmento, para avaliar o tom a ser utilizado. Depois de escolhido, fazemos o procedimento. O resultado final pode ser avaliado em  duas semanas”, explica a profissional.

O projeto é promovido pela Clínica Patrícia Bastos, que realiza pigmentação paramédica e despigmentação a laser, com equipamentos de nível europeu e exclusivos na cidade. Além disso, parcerias foram firmadas com diferentes instituições: Associação Petropolitana de Pacientes Oncológicos (APPO), Frente Nacional de Combate ao Câncer (FNCC), Rotary Petrópolis e Itaipava, Prefeitura de Petrópolis, Cruz Vermelha e Clínica Maurício Baisch.

Interessados devem se informar pelos telefones (24) 98875-9784 e (24) 98843-6000 ou no e-mail clinicapatriciabastos@gmail.com.



Fonte: O Dia



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais