Projetos Ambientais

Projeto Rio Mamanguape – Fase II realiza o processo de reposição florestal

Compartilhe:     |  28 de maio de 2016

O Projeto Rio Mamanguape-Fase II, patrocinado pela Petrobras através do Programa Petrobras Socioambiental e executado pela Coopacne – Cooperativa de Projetos Assistência Técnica e Capacitação do Nordeste Ltda., está implantando 08 Projetos de reposição florestal nos municípios de Alagoa Nova, Areial, Esperança e Montadas. As mudas de plantas frutíferas (coco, caju, manga tomy, laranja, limão, graviola e acerola), nativas (mulungu, ipê, aroeira, entre outras) e exótica (sabiá), beneficiando 8 famílias.

As atividades foram planejadas no escritório e executadas no campo a partir da identifição das áreas degradadas, apresentadas pelos agricultores, a serem recuperadas. Após a realização desse trabalho, as áreas definidas foram visitadas, georreferenciadas e em seguida se estabeleceram as práticas a serem aplicadas especificamente em cada área.

Os técnicos da Coopacne, executora do Projeto Rio Mamanguape-Fase II, orientam os proprietários rurais sobre a necessidade de recuperar aquela área, preservando suas matas ciliares e suas nascentes, já que se trata de um dos principais objetivos do referido Projeto, que concerne em contribuir para a proteção das nascentes e de seus mananciais fazendo a reposição das matas ciliares. Para os projetos de reposição foram disponibilizados: adubo orgânico (esterco bovino), estacas, arame, grampos (cercas), mudas (nativas, frutífera e exótica) e a ajuda de custo para o plantio.

Os beneficiados com esses projetos são: Maria Valdiza Félix, do sitio Araras, com 0,6 ha, João Eudes de Luna, sitio Mucuim, com 0,3 ha, Maxon Targino, do sitio Queimada Redonda – Areial 1,0 ha, Jaqueline dos Santos, sitio covão- Areial, 0,7 ha, Gildásio Luiz, sitio Manguape- Montadas 1,0 ha, Joseilson de Andrade, sitio São Tomé de Baixo, Alagoa Nova 0,5 ha, Alcides de Souza, sitio Queimada Redonda, Areial, 0,4 ha e Antônio Feliciano, sitio Timbaúba- Esperança 3,0 ha.  Todo acompanhamento técnico está sendo feito pela Coopacne.

Fonte: Coopacne



Fonte:



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Gatos: dicas de cientistas para cuidar bem do seu pet

Leia Mais