Notícias

Qual o melhor esporte para quem tem mais de 45 anos?

Compartilhe:     |  19 de janeiro de 2021

A partir dessa faixa etária, aumenta o risco de problemas cardiovasculares, e atividades aeróbicas são importantes para trabalhar a capacidade cardiorrespiratória

Finalmente vamos conversar com o pessoal mais animado nos esportes, a turma com mais de 40 anos. Até mesmo nesses tempos sombrios da pandemia, esse pessoal tem mantido uma prática esportiva sensacional, alguns até com certo exagero nos exercícios físicos. Mas qual é o melhor esporte indicado para quem tem mais de 45 anos? Qualquer atividade física que agrade é benéfica, desde que seja feita com regularidade. Mas a corrida de rua tem algumas vantagens sobre as outras. Antes de explicar o porquê, vamos aos esclarecimentos médicos necessários:

  • Quais as doenças mais frequentes nessa faixa etária?

Sem dúvida as doenças cardiovasculares começam a se manifestar nesta faixa de idade nos homens e um pouco mais para frente nas mulheres (depois dos 50 anos). Aa atividade física regular pode ter um importante papel na prevenção desse problema.

  • Como elas evoluem?

Se diagnosticadas precocemente, o tratamento corretivo das causas das doenças cardiovasculares associado a um programa de reabilitação cardíaca com a obrigatória presença de um cardiologista durante todas as sessões fará a diferença para uma evolução favorável.

  • Ser um adulto inativo (sedentário) piora o prognóstico?

Fazer apenas o tratamento medicamentoso não é o ideal, porque o exercício físico estimula a produção de várias substâncias protetoras contra as doenças cardiovasculares, como por exemplo as citosinas antiaterogênicas.

  • Ser fisicamente ativo melhora o prognóstico?

Várias doenças circulatórias se beneficiam com o aumento da capacidade física em geral. Por exemplo, o chamado coração periférico dos pacientes com insuficiência cardíaca, que passam a suportar muito mais e melhor as atividades físicas que não conseguiam fazer direito.

  • Medicamentos ajudam ou atrapalham?

Pesquisas demonstraram que muitos efeitos terapêuticos dos medicamentos passaram a ser mais bem aproveitados nos pacientes que se reabilitaram fisicamente depois de 90 dias de exercícios físicos regulares.

A corrida

Enfim, mesmo sabendo que o esporte preferido dos brasileiros é o futebol, uma atividade coletiva, uma opção muito procurada nos tempos atuais, e com milhares de adeptos, é a corrida de rua, esporte aeróbico por excelência.

Nas corridas de rua, serão exigidas poucas habilidades técnicas especiais, como são as necessárias na maioria dos esportes, e os benefícios cardiovasculares são importantes.

Os resultados para a saúde aparecem depois de 14 semanas de treinos e serão mantidos apenas se eles continuarem regularmente. É importante, para termos bons resultados, saber se hidratar, estar bem do ponto de vista nutricional (nunca correr em jejum) e usar um bom tênis (não o mais caro) para ser um esportista ativo e saudável.

Para praticá-la (e a qualquer outra atividade física), fazer uma avaliação médica é obrigatório nessa faixa de idade. Quanto ao aspecto técnico, deve-se buscar treinos com profissional de educação física habilitado, para atingir um bom desempenho e melhor resistência física.

Por Nabil Ghorayeb

Médico cardiologista do HCor, doutor em Cardiologia na FMUSP, chefe de CardioEsporte do Instituto Dante Pazzanese, Prêmio Jabuti de Literatura, Ciência e Saúde



Fonte: Eu Atleta - Por Nabil Ghorayeb



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Alimentação natural para cães: dicas e cuidados

Leia Mais