Notícias

Reciclagem de madeira: economizando e preservando o meio ambiente

Compartilhe:     |  28 de novembro de 2016

O uso da madeira, um dos insumos mais importantes da economia brasileira, tem sofrido modificações em consequência de sua extração e de seu descarte indevido na natureza.

Essas ações, além de configurarem crime ambiental, geram impactos negativos e prejudicam o desenvolvimento sustentável da economia e da biodiversidade.

A reciclagem de madeira é uma prática aplicável em todos os setores da sociedade e pode ser desenvolvida inclusive como fonte de renda em trabalhos de artesanato, marcenaria e decoração.

O desmatamento das florestas e seus impactos ambientais

O desmatamento, ou “desflorestamento”, é o processo de remoção parcial ou mesmo total da vegetação de uma região demarcada por florestas e densa biodiversidade.

Na maioria dos casos, o desmatamento é praticado por empresas que, ilegalmente, extraem árvores de reservas ambientais e destroem espécies da flora e da fauna nacional.

O desmatamento também é praticado para a construção de barragens de hidrelétricas, mineradoras e atividades ligadas à construção civil.

No Brasil, o desmatamento concentra-se no avanço da fronteira agrícola sobre as áreas da Floresta Amazônica.

Segundo levantamento realizado pela ONU (Organização das Nações Humanas), atualmente são destruídos quase 7 milhões de hectares de florestas naturais no mundo, um dado preocupante para o presente e o futuro de todos os setores da sociedade.

A reciclagem de madeira

Devido à problemática do desmatamento, várias empresas começaram a se preocupar com a sustentabilidade ao investirem em recursos naturais nos processos de produção e distribuição de seus produtos e passaram a apostar, estrategicamente e socialmente, na reciclagem dos insumos, entre eles, a madeira.

A reciclagem de madeira é o processo de transformação das sobras da matéria-prima (madeira) em produtos que possam ser utilizados ou mesmo comercializados em forma de móveis, suportes logísticos ou objetos decorativos, diminuindo assim impactos ambientais ao reutilizar um insumo já extraído e descartado no ecossistema.

Muitos ainda desconhecem os métodos de reciclagem e de uso da madeira, algo que faz toda a diferença no desenvolvimento de tecnologias voltadas para a reutilização de suas propriedades e estrutura.

Veja algumas dicas sustentáveis de como a madeira pode ser aplicada na produção de objetos após o processo de reciclagem.

Reciclagem de madeira: uma responsabilidade ambiental.
A importância da reciclagem e o uso da madeira.

Atualmente, existem métodos variados para o uso reciclável da madeira que compreendem os conceitos sustentáveis que são difundidos na vida moderna. Tal conceito de reciclagem representa uma solução bem atraente para frear o desmatamento das florestas, um problema global que precisa ser denunciado e combatido por todos.

Muitas empresas trabalham com a reutilização de resíduos de madeiras, criando não só novos produtos, como também gerando uma nova fonte de energia (biomassa) e favorecendo o uso de energias renováveis.

Para as empresas que se preocupam com o meio ambiente, os benefícios advindos da reciclagem de madeira também corroboram para firmar o conceito sustentável em suas marcas, entre eles, a redução de riscos de acidentes ambientais e a otimização dos processos tecnológicos de produção.

A madeira reciclada é uma matéria-prima presente em trabalhos artesanais e também nos processos logísticos de carga e descarga de mercadorias. Confira como utilizá-la nestas e em outras atividades cotidianas.

Onde e como utilizar madeira reciclada

Agora que sabemos da importância da reciclagem, vamos descobrir como a madeira pode ser reutilizada e em quais procedimentos sua estrutura e suas substâncias atuam como fator sustentável para a economia e para a preservação ambiental.

Plantio: as lacas de madeira adicionadas à serragem podem ser utilizadas na agricultura como fertilizante, promovendo ao solo as condições ideais de absorção de nutrientes.

Móveis: estantes, sofás, armários e mesas. Para a produção de móveis, além da aplicação de técnicas e do uso de ferramentas específicas, é necessário preparar a matéria-prima contra situações que possam danificar a estrutura do objeto, como a umidade e a incidência de cupins.

Paletes: no setor logístico, o uso de paletes facilita e otimiza o transporte de mercadorias utilizando madeira reciclada. As empresas do setor podem reduzir custos e melhorar a organização de seus produtos com a produção de paletes sustentáveis.

Decoração: com um pouco tinta e muita criatividade, a madeira pode ser reciclada para a produção de peças decorativas, tais como caixas e porta-retratos.

No caso específico da madeira, os restos desta matéria-prima podem ser usados em obras, sobretudo, nos acabamentos. As sobras que não forem utilizadas podem ser repassadas para centros de reciclagem, que irão reutilizá-los de forma consciente e sustentável.

O importante é evitar o desmatamento e reciclar ao máximo este insumo para que não seja necessária a extração de outras árvores, baseando o crescimento econômico na aplicação do conceito de responsabilidade ambiental por parte da sociedade e da iniciativa privada.

Reciclagem: uma iniciativa econômica e de preservação ambiental.

Quando as empresas e a sociedade investem na reciclagem de madeira estimulam o consumo dos produtos resultantes dessa iniciativa no mercado, o que consequentemente provoca o aumento da prática sustentável. Imagine só quanto dinheiro poderia ser economizado se os restos de madeira fossem destinados para a produção de energia?

Mais do que uma ideia inovadora, o ato de reciclar madeira é uma iniciativa que favorece toda a sociedade e que promove benefícios imensuráveis para a saúde do planeta e para o desenvolvimento sustentável das empresas.



Fonte: Terra - DINO



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais