Notícias

Rede de cooperação é criada no Cariri para potencializar cadeia produtiva da Caprinocultura

Compartilhe:     |  3 de junho de 2015

Uma nova articulação está começando em prol da caprinocultura no Cariri paraibano. Um grupo formado por entidades, sociedade civil e poder público discutiu políticas públicas voltadas ao território. A primeira reunião ocorreu nesta sexta-feira (29) na cidade de Sumé. O grupo traçou novas metas e objetivos para uma das principais atividades econômicas do local. O próximo passo será um encontro dos secretários de Agricultura do Cariri, no município de Taperoá, no dia 20 de junho, com exposição de caprinos.

O primeiro encontro da rede de cooperação foi organizado pela equipe do Sebrae em Monteiro e prefeitura de São João dos Cordeiros, em parceria com a Emater do Cariri, Fórum do Cariri Ocidental e demais secretarias da Agricultura. Segundo a gerente do Sebrae em Monteiro, Madalena Arruda, houve a formação da rede e já começou o planejamento das próximas ações.

“Essa é uma das alternativas para enfrentar as dificuldades do atual cenário sócio-organizacional da nossa região. Começamos a criar a estratégia para continuar o desenvolvimento e fortalecimento da cadeia produtiva da caprinovinocultura. Entendemos ser esta uma das principais atividades sócio econômicas capazes de promover o desenvolvimento regional sustentável”, disse.

Durante a reunião, os assuntos abordados as parcerias a serem desenvolvidas para o segundo semestre de 2015 e para 2016, um diagnostico da produção para uma elaboração da cadeia produtiva de leite e carne e a formatação de um plano de marketing para os derivados do leite de cabra, com o objetivo de contribuir para o aumento do consumo dos produtos.

O grupo ainda falou sobre a criação de eventos locais, houve uma apresentação da Usina Agubel, um debate sobre a reestruturação do Fórum dos Secretários de Agricultura do Território do Cariri Ocidental e uma discussão sobre os projetos do Programa Infraestrutura dos Territórios da Cidadania (Proinf). Através do Programa estão sendo programadas feiras agroecológicas e aquisição de maquinários para agricultura familiar. Os projetos estão sendo licitados para serem entregues aos agricultores e às organizações do Cariri Ocidental.

O consultor do Sebrae, Aldomário Rodrigues, e o gestor do projeto Aprisco, José Edvânio, afirmaram que o desafio da economia no território está no fortalecimento desta cadeia produtiva. “Através das parcerias efetivas, integrando as ações das esferas estaduais e federais e as administrações municipais, pretendemos nos mover. Trata-se de uma reunião importante para a atividade. Estabelecemos fundamentos para o fortalecimento do setor”, comentou.

Participaram da reunião, secretários municipais ou representantes da Agricultura de São João dos Cordeiros, Livramento, Serra Branca, Sumé, Taperoá, Camalaú, Congo, Prata, Coxixola, Parari e Umbuzeiro. Outros participantes foram os parceiros da Coopagel, Cisco, ACCOP e AGUBEL, Centro Vida Nordeste e da Associação de Produtores de Caprinos.



Fonte: UNIDADE DE COMUNICAÇÃO E MARKETING - SEBRAE PARAÍBA



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Holanda se torna o primeiro país sem cães abandonados – e não precisou sacrificar nenhum

Leia Mais