Notícias

Rede de Pesquisadores brasileiros e estrangeiros estudarão emissão e sequestro de carbono

Compartilhe:     |  27 de novembro de 2016
O estudo será financiado pelo CNPq com investimento previsto de três milhões e meio de reais. O Observatório Nacional da Dinâmica da Água e de Carbono no Bioma Caatinga (ONDACBC), uma rede multidisciplinar de pesquisadores nacionais e internacionais, atuará no desenvolvimento de pesquisas experimentais e de modelagem da dinâmica de água e carbono no Semiárido brasileiro.
Por se tratar de um tema pouco estudado na região, a meta do ONDACBC tem como objetivo reunir os estudos já existentes sobre o assunto e formar novos grupos de pesquisa nas instituições parceiras para conduzir pesquisas de longo prazo em escala regional, sistematizar o conhecimento gerado, formar recursos humanos e subsidiar a formulação de políticas públicas para apoiar a adaptação dos sistemas de uso da terra à variabilidade climática da região. Hoje existe uma falta de dados relativos ao estoque de carbono e nitrogênio e sobre as emissões e remoções de gases de feito estufa no bioma Caatinga.
As informações sobre os balanços hídricos, diversidade dos solos, vegetação e uso da terra são extremamente fragmentadas. O que prejudica as ações de Governos, associações e agricultores para planejar o plantio de culturas agrícolas e o manejo de rebanhos. A grande meta da ONDACBC é justamente gerar os dados necessários para aprimorar essas estimativas.
Os pesquisadores também pretendem por meio de pesquisas utilizar torres de medidas para verificar os modelos das mudanças no uso da terra, analisar as estimativas sobre a conversão da Caatinga em pastagens e áreas agrícola, o efeito nos fluxos de CO² e o nível de evapotranspiração, que são processos importantes para o entendimento de como ocorre a emissão e o sequestro de carbono e respectivo impacto na modelagem dos efeitos das mudança climáticas na região.
O ONDACBC é uma rede multidisciplinar de pesquisadores da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Instituto Nacional do Semiárido (INSA), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), Universidade de Pernambuco (UPE), Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Universidade Texas A&M e Duke, dos EUA, Guelph, do Canadá, Institut de recherche pour le développement (IRD) e ENTE, da França.


Fonte: INSA



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Colecionadores de fãs, os siameses são inteligentes, comunicativos e brincalhões. Conheça curiosidades da raça

Leia Mais