Notícias

Redes varejista do Reino Unido decide banir venda de carne de canguru

Compartilhe:     |  28 de agosto de 2018

A Pet at Home, a maior varejista de artigos para animais domésticos do Reino Unido, anunciou recentemente que não venderá mais carne de canguru em nenhuma de suas 370 lojas e e-commerce. A decisão foi tomada após um pedido realizado pela organização vegana “Viva!”.

Os ativistas afirmam que cangurus são mortos de forma cruel. Caçadores usam fortes holofotes de luz para atordoá-los e aproveitam para atingi-los repetidas vezes, fazendo com que os animais tenham uma morte lenta e muito dolorosa.

A “Viva!” conta ainda que os bebês cangurus, por não terem utilidade para o comércio, são retirados das bolsas marsupiais de suas mães e espancados até à morte. Lex Rigby, porta-voz da organização, felicita a decisão da empresa. “Ao agir de forma rápida e responsável para retirar as vendas, esperamos que a Pets at Home estabeleça um precedente para outros varejistas de suprimentos para animais domésticos”, disse em entrevista ao portal Veg News.

A organização luta há duas décadas pela abolição do consumo de animais silvestres australianos em todo o mundo e já conseguiu a proibição da comercialização da carne de canguru nos supermercados Tesco, Sainsbury e Morrisons.

A Pet at Home deu um passo na direção da criação de um mundo mais consciente e compassivo, esperamos que esse ato de boa fé se estenda também a outras espécies, pois a empresa ainda comercializa produtos oriundos de animais explorados e mortos pela indústria agropecuária.



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais