Notícias

Refogadinha, crua ou no suco de desintoxicação; Conheça os benefícios da couve

Compartilhe:     |  30 de junho de 2014

Boa para acompanhar o arroz com feijão, refogadinha no alho; boa para saladas; boa para incrementar sopas e caldos; e boa para a base dos sucos de desintoxicação, a couve é uma das hortaliças que mais apresentam benefícios para quem está buscando uma alimentação saudável e equilibrada. Conheça motivos para você incluir a couve na sua rotina alimentar.

Excelente fonte de fibras

Um estudo dos nutrientes da couve feito pela Universidade Federal de São Paulo aponta que cada 100g da folha apresenta cerca de 3g de fibras, cerca de 12% da quantidade a ser ingerida diariamente.

As fibras da couve são responsáveis por ajudar na limpeza do sistema digestivo. Isso acontece porque elas não são absorvidas pelo organismo, que, para expulsá-las, acelera o trabalho do intestino. Por esse motivo, as hortaliças ricas em fibras são ótimas para evitar a prisão de ventre e a absorção de substâncias nocivas pelo trato intestinal.

Rica em minerais

A professora do Instituto de Acupuntura do Rio de Janeiro, a nutricionista Aurea Astulla afirma que o cálcio, fósforo, magnésio, potássio e selênio presentes em boa quantidade nas folhas e no talo da couve são preciosos para o funcionamento do corpo saudável. São eles os responsáveis por garantir a boa formação e a manutenção de ossos e dentes; processos de coagulação do sangue; bom funcionamento do sistema nervoso, imunológico e da tireóide; regulação da pressão arterial; metabolização de gorduras, glicose e proteínas; tendo importante participação na contração muscular; e papel central na formação do DNA.

Oferece dez tipos de vitaminas

Como fonte de vitaminas, principalmente A, C e complexo B, esta hortaliça evita a anemia e beneficia a saúde dos olhos. Além disso, a couve protege as células de radicais livres, atua na circulação sanguínea, na ação das glândulas e na saúde dos tecidos.

Prevenção de câncer e outras doenças

Segundo estudos do pesquisador argentino Jorge Alonso, especializado em descobrir o poder das plantas no tratamento de doenças, a couve é empregada desde os gregos e romanos não só como alimento, mas como uma espécie medicinal. A presença de lecitinas e composto ulfurados na hortaliça dão a ela o poder de proteger o organismo do desenvolvimento de cânceres. Para Alonso, o uso da couve é benéfico para o estômago, úlceras, contra asma e bronquite, sendo recomendado o consumo diário da folha crua para o caso de câncer de estômago. Já o formato de suco é indicado para úlceras gástricas, processos reumáticos, neuralgias, antiparasitas dos intestinos, comida crua diariamente para os caso de câncer do estômago.

 

Receitas

Sucos – para serem tomados de manhã, no café da manhã

2 colheres de sopa de couve picada

200 ml de água de coco ou suco de laranja

um pedaço pequeno de gengibre opcional

Apenas batê-los no liquidificador para consumo imediato

Sopa – feitas apenas com legumes, são saudáveis e uma ótima opção para as refeições da noite.

1 xícara de cenoura picada

1 xícara de talo de salsão picado

1 xícara de abobrinha picada ou chuchu picado

1 xícara de batata baroa ou batata doce

1 maço pequeno de couve rasgada (aproveitar os talos)

1/2 xícara de alho poró picado

1 cebola pequena picada

1 dente de alho amassado

1 tomate sem pele e sem sementes picado

cheiro verde picado

sal a gosto

azeite

Refogue o alho, a cebola, o alho poró rapidamente num pouco de azeite. Adicione a cenoura picada, cubra com água suficiente para cozinhar e coloque um pouco de sal. Deixe ferver por mais ou menos cinco minutos e acrescente o chuchu e o salsão. Depois de mais cinco minutos, adicione a batata baroa/doce. Deixe que cozinhem e acrescente as folhas rasgadas e o cheiro verde.



Fonte: Extra



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Como restaurar o equilíbrio intestinal de cães e gatos

Leia Mais