Notícias

Reino Unido é ‘líder mundial’ no veganismo, de acordo com especialistas

Compartilhe:     |  14 de janeiro de 2019

O Reino Unido superou a Alemanha como líder mundial de lançamentos de alimentos veganos, segundo dados da Mintel, empresa especializada em análise de mercado. Pesquisas mostram que cerca de um em cada seis dos novos produtos alimentícios lançados no Reino Unido em 2018 eram veganos – o dobro em relação a 2017.

O início de 2019 fez com que vários grandes pontos de venda seguissem o exemplo, com a TGI Fridays, a Frankie & Bennys, a Zizzi, a ASK, a Pizza Express, a McDonald’s e a Greggs adicionando novas opções veganas aos seus cardápios.

“Por vários anos, a Alemanha foi a líder mundial em lançamentos de produtos veganos”, disse Edward Bergen, Analista Global de Alimentos e Bebidas da Mintel. “No entanto, em 2018 vimos o Reino Unido assumir o comando. A Alemanha certamente se estabilizou, provavelmente impulsionada por um mercado inundado, com pouco espaço para crescer ainda mais.”

O Reino Unido, ao contrário, viu uma enorme promoção de restaurantes veganos e novas variedades. A mais pungente delas é a expansão das marcas próprias de supermercados nas lojas tradicionais, com seções veganas dedicadas. Espaço adicional também está sendo liberado pelos supermercados do Reino Unido nos corredores e lojas pequenas, para ajudar a promover as opções veganas e tornar mais fácil para os consumidores de carne experimentar esses novos conceitos.

“Enquanto isso, iniciativas como ‘Veganuary’ e ‘segunda-feira sem carne’ permitem aos consumidores flertar com o veganismo sem o compromisso de longo prazo. À medida que mais pessoas reduzem seu consumo de carne, eles experimentam mais pratos baseados em vegetais para flexibilizar seu estilo de vida em casa, no trabalho ou em restaurantes,” continuou Bergen.

“Além disso, os consumidores estão mais dispostos do que nunca a expandir suas zonas de conforto, a se esforçar ao máximo com novas experiências e usar as mídias sociais para competir e oferecer inspiração aos seus pares”.

Charlie Huson, gerente do Forward Food Program da Humane Society International no Reino Unido (HSI UK) afirmou que “com o aumento do conhecimento dos consumidores sobre o sofrimento dos animais na indústria alimentícia e os gigantes restaurantes e supermercados que competem para lançar opções veganas, não é de se estranhar que uma vida sem comer carne ou laticínios esteja agora firmemente se popularizando no Reino Unido.”

“A HSI UK tem universidades, empresas alimentícias e instituições ansiosas para participar de nosso programa de treinamento em culinária vegana, o Forward Food, para ajudá-las a atender à crescente demanda por alimentos veganos no campus,” continuou.

“O ritmo acelerado do crescente interesse por alimentos que são livres de crueldade, ecológicos e benéficos para a saúde, particularmente entre os jovens, sinaliza que provavelmente este é apenas o começo do que deve continuar a ser uma explosão no consumo de alimentos veganos na Grã-Bretanha.”



Fonte: Anda



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Gatos: dicas de cientistas para cuidar bem do seu pet

Leia Mais