Notícias

Reino Unido terá maior bateria de ar líquido do mundo que pode abastecer até 200 mil residências

Compartilhe:     |  22 de junho de 2020

A expansão da produção de energia limpa é vital para mudarmos a matriz elétrica mundial. Entretanto, existe o desafio de como armazenar este recurso em larga escala de forma eficiente e com menor impacto ambiental.

Pensando nisso, foi iniciada no Reino Unido a construção da maior bateria de ar líquido do mundo. Ela vai armazenar energia renovável, reduzindo assim possíveis emissões de dióxido de carbono na atmosfera.

Com capacidade de abastecer até 200 mil residências por cinco horas e ainda armazenar energia por muitas semanas, a nova bateria de ar líquido, desenvolvida pela Highview Power, será construída nos arredores da cidade de Manchester e deve ser inaugurada em 2022.

Como funciona uma bateria de ar líquido?
Usinas solares e eólicas produzem energia de forma inconstante, ou seja, existem picos de produção, e estes, geralmente não condizem exatamente com os picos de demanda de energia. Esse excedente de energia, se não armazenado, acaba sendo perdido.

A ideia neste sistema é que exatamente esse excedente seja utilizado para comprimir o ar em líquido e então armazená-lo. Quando a demanda for maior, o ar líquido vai sendo liberado novamente para a forma gasosa, alimentando assim uma turbina, que, por sua vez, produz energia limpa novamente de volta para a rede.

A diferença entre este tipo de bateria e das baterias químicas, como as de íon-lítio, é que elas só conseguem armazenar quantidades relativamente pequenas e por curtos períodos de tempo.

Segundo Javier Cavada, executivo-chefe da Highview, as baterias de ar líquido podem ser construídas em qualquer lugar. “O ar está em todo o mundo. O principal concorrente não é realmente outras tecnologias de armazenamento, mas combustíveis fósseis, pois as pessoas ainda querem continuar construindo usinas a gás e carvão hoje, por incrível que pareça ”, disse ele ao Guardian.

Um outro sistema limpo e interessante de armazenamento de energia em larga escala é o da bateria que funciona como uma hidrelétrica bombeada (saiba mais aqui). Porém, essa é limitada pela necessidade de existência de um reservatório de montanha.

A bateria da Highview armazenará 250MWh de energia, quase o dobro da quantidade armazenada pela maior bateria química do mundo, construída pela Tesla na Austrália do Sul.

O projeto custará 85 milhões de libras e espera-se que a vida útil da planta seja de 30 a 40 anos. A empresa ainda disse estar desenvolvendo o sistema em outros locais da Europa e nos Estados Unidos.



Fonte: CicloVivo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Por que os cães bebem muita água?

Leia Mais