Notícias

Relâmpago, uma corrente elétrica muito intensa que ocorre na atmosfera, pode revelar segredos

Compartilhe:     |  31 de Maio de 2015

Com um número próximo a 50 milhões de descargas elétricas registrados no país por ano, o Brasil é campeão mundial em incidência de raios.

Apesar dos esforços para desvendar os mistérios dos raios, como o experimento de Benjamin Franklin empinando uma “pipa” com uma chave de metal amarrada a ela num dia de tempestade, e toda a sequência de estudos mais sofisticados feitos desde então, raios continuam a ser verdadeiros enigmas científicos, conforme o pesquisador do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), Arthur Moraes.

Entretanto, recentemente, pesquisadores habituados a estudar um outro tipo de “chuva” – chuvas de raios cósmicos – vêm fazendo avanços significativos no desenvolvimento de uma técnica que poderá ajudar a explicar alguns dos processos que originam relâmpagos: raios cósmicos estão sendo utilizados para inferir algumas das condições que causam as descargas elétricas em tempestades.

Em linguagem técnica, um relâmpago é uma corrente elétrica muito intensa que ocorre na atmosfera com típica duração de meio segundo e trajetória com comprimento de 5 a 10 quilômetros, explica Arthur Moraes. A dificuldade em medir com precisão os campos elétricos nas nuvens de tempestades explica, em parte, nossa dificuldade de compreender como surgem os relâmpagos.

Raios cósmicos, partículas extremamente penetrantes, tipicamente um próton ou um núcleo atômico, dotadas de alta energia, que se deslocam a velocidades próximas à da luz no espaço sideral – podem ajudar os cientistas a desvendar esse enigma.

Segundo Arthur Moraes, quando raios cósmicos colidem com moléculas na nossa atmosfera, forma-se uma “chuva” de partículas subatômicas como elétrons, pósitrons e outras partículas carregadas eletricamente.



Fonte: Jornal A União



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

PETA quer banir o uso do termo “animal de estimação” por ser depreciativo para os animais

Leia Mais