Notícias

Saco de lixo produzido no Brasil é capaz de remover 99,9% do novo coronavírus

Compartilhe:     |  8 de setembro de 2020

Embalixo Antivírus, nome comercial do saco plástico, já está sendo comercializado em São Paulo.

Tarde Nacional conversou com Clarice Arns, professora e coordenadora do Laboratório de Virologia do Instituto de Biologia da Unicamp, sobre o Embalixo Antivírus, nome comercial do saco plástico, produzido no Brasil, capaz de eliminar 99,9% do novo coronavírus. Segundo a pesquisadora, esse foi o primeiro plástico testado contra alguns vírus, com a finalidade de ser usado como saco para lixo. Ela afirma que, nesse formato, comprovou uma atividade antiviral muito boa e quanto mais tempo ele fica em contato com o vírus, melhor o desempenho antiviral.

A tecnologia foi desenvolvida por uma empresa totalmente brasileira, com participação de estudantes da Unicamp. Para Clarice, a grande vantagem do saco de lixo com atividade antiviral é que durante o manuseio dos resíduos, as pessoas não correm o risco de se contaminarem, já que a atividade antiviral está tanto dentro, quanto fora do saco.

Tarde Nacional vai ao ar de segunda a sexta no horário de 13h ás 15h pela Rádio Nacional de Brasília.



Fonte: Rádios EBC



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Gatos: dicas de cientistas para cuidar bem do seu pet

Leia Mais