Notícias

Saiba a hora de trocar travesseiros e roupa de cama para processos alérgicos

Compartilhe:     |  12 de julho de 2014

Uma pesquisa sugere que a maior parte da população está se submetendo a doenças e processos alérgicos por não substituir sua roupa de cama com a frequência que deveria. O estudo feito pela empresa Ergoflex com 2,2 mil britânicos descobriu que 82% deles não sabem o tempo recomendado para a troca dos travesseiros e edredom a cada dois anos. Especialistas explicam que a mudança é importante para evitar a convivência com os ácaros, principal responsável pelo desenvolvimentos de alergias.

— Depois de dois anos de uso, 30% do peso do travesseiro é composto por restos e fezes de ácaros. A questão é que eles são microscópicos e, porque não vemos, não percebemos a sua presença até a crise alérgica acontecer — alerta o Dr. Macello Bossois, alergista e imunologista e coordenador técnico do projeto social Brasil Sem Alergia.

O médico explica que o contato íntimo com os objetos estimula a descamação frequente da pele e a queratina penetra no tecido, onde estão e se desenvolvem os ácaros. A importância de trocar os companheiros de sono é tentar melhorar o ambiente propício a alergias, que acometem 35% da população mundial.

— A maneira como vivemos e o ambiente influenciam a ativação dos genes que determinam a disposição para alergias. Os ácaros, o mofo e a poeira dos motores são os principais agentes que iniciam os processos alérgicos — esclarece Marcello.

Além da troca dos objetos, o alergista recomenda a lavagem dos lençóis, fronhas e colchas uma vez por semana, de preferência com água quente.

— O mais importante é saber que lavar não é suficiente e que não se pode deixar de jogar fora os objetos depois de dois anos — finaliza o especialista.

Como evitar a proliferação de ácaros?

– Lavar a roupa de cama uma vez por semana

– Lavar o edredom pelo menos uma vez a cada 15 dias, de preferência com água quente

– Dar preferência para objetos sintéticos

– Forrar o colchão e o travesseiro com material impermeável

– Evitar travesseiros e cobertores feitos com pele e penas de animais



Fonte: Extra



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Como restaurar o equilíbrio intestinal de cães e gatos

Leia Mais