Notícias

Saiba o que é a gordura saturada e quanto você pode consumir

Compartilhe:     |  19 de setembro de 2018

Não vamos negar: quem exagera na gordura saturada tem grandes chances de ver o colesterol subir, especialmente o LDL, tachado de ruim porque se deposita nas artérias. Esse é o primeiro passo para um infarto ou AVC. Daí a preocupação da Organização Mundial da Saúde (OMS), que elaborou um documento que prevê novos limites para o consumo de gordura saturada – e de outras versões do nutriente.

O ideal é que a ingestão desse subtipo gorduroso não supere 10% das calorias ingeridas no dia. Para quem tem algum fator de risco cardíaco, o valor cai para 7%.

Mas é importante ressaltar que, apesar da má fama, a gordura saturada tem suas funções. Ela aumenta um pouquinho a fração do colesterol HDL, que passa pelos vasos realizando uma limpeza na área. Além disso, participa da produção de hormônios e do transporte de vitaminas lipossolúveis, como A, D, E e K.

Então, o recado é maneirar – e não excluir! “Acho correto insistir na redução do consumo, porque a gordura saturada surge com frequência em nossa rotina”, avalia o químico Renato Grimaldi, da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Para a nutricionista Camila Kümmel, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), se der para priorizar alimentos menos processados, como carnes e laticínios, melhor. “Eles trazem algumas vantagens”, explica.

A carne, para citar um exemplo, agrega proteínas de alta qualidade, ferro e vitamina B12. Já os produtos mais processados (batata chips, sorvetes, biscoitos e por aí vai) costumam reunir, além da gordura saturada, outros ingredientes cujo excesso perturba a saúde. O cardiologista Heno Lopes, do InCor, lembra do sal, que pode fazer a pressão decolar, e dos carboidratosrefinados, estocados em forma de gordura. O conjunto da obra vai interferir com o coração.

Para fazer as contas: a quantidade de gordura saturada de 12 alimentos

Considerando uma dieta de 2 mil calorias, o consumo diário de gordura saturada deve ser de, no máximo, 22 gramas. Veja abaixo a concentração desse nutriente em alguns itens da dieta. Note que, dependendo das suas escolhas, o limite é batido rapidinho:



Fonte: Saúde



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Medicamentos e remédios caseiros: o que fazer e o que não fazer?

Leia Mais