Notícias

Saiba quem são os flexitarianos, a nova tendência nutricional

Compartilhe:     |  8 de fevereiro de 2020

Virar vegetariano ou vegano de um dia para o outro pode ser muito difícil, dependendo de seus hábitos alimentares. Por conta disso, há uma nova tendência nutricional: o flexitarianismo. Os flexitarianos são aqueles que seguem a alimentação vegetariana na maior parte do tempo, mas que, ocasionalmente, comem algum tipo de carne ou outros produtos de origem animal. Eles são mais flexíveis.

Pensando neste público, a Embrapa desenvolveu o New Burguer, um hambúrguer vegetal feito com fibra de caju, proteína de soja, cebola, tomate, pimentão, corante natural e temperos. Ele possui características sensoriais semelhantes ao hambúrguer de carne. O produto é distribuído pela Sottile alimentos e pode ser encontrado em mercados e lanchonetes do Rio de Janeiro.

— Assim como o vegetarianismo, a pessoa flexitariana adota um novo estilo de vida, sendo este o passo inicial na transição para uma alimentação sem nada de consumo animal. É importante frisar que o foco de quem não come carne não é o emagrecimento efetivamente, mas a não exploração animal, seja por uma causa ética, religiosa, ambiental ou de saúde. O emagrecimento, em alguns casos, é apenas uma consequência — explica a nutricionista Luna Azevedo.

Normalmente, os flexitarianos consomem os alimentos de origem animal em eventos sociais.

— Devido a essa flexibilidade alimentar, como o próprio nome diz, flexitarianos tendem a ingerir de tudo, inclusive carnes, mesmo que esporadicamente. Por isso, a dieta deles não é mais difícil de seguir — afirma Polianna Redivo, nutróloga da clínica multidisciplinar Nutrindo Ideais.

Reduzir o consumo de carne não é, necessariamente é sinônimo de uma alimentação mais saudável, conforme destaca Luna:

— É importante lembrar que todos os tipos de alimentação podem ser mais ou menos saudáveis. Não adianta retirar a carne e substituí-la por alimentos com grande quantidade de açúcar, gordura e sal, esquecendo de priorizar refeições com grande variedade de frutas, vegetais, leguminosas e cereais integrais.

Pessoas que quiserem aderir ao novo estilo de vida devem buscar orientação de um nutricionista ou nutrólogo.



Fonte: Extra - Evelin Azevedo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

PETA quer banir o uso do termo “animal de estimação” por ser depreciativo para os animais

Leia Mais