Notícias

Santuário reabilita elefantes que sofrem com turismo local na Tailândia

Compartilhe:     |  7 de julho de 2018

A região central da Tailândia é a mais rica e produtiva. Bangkok e seus 8 milhões de habitantes estão em uma área agitada, também conhecida como a ‘tigela de arroz’ da nação. Suas férteis planícies de inundação nutrem os arrozais, que cobrem 40% das terras cultiváveis. A espiritualidade nos ajuda a compreender a harmoniosa relação com a natureza neste pedaço da Tailândia. Segundo os ensinamentos budistas, todos os seres vivos são dignos de bondade e compaixão.

Na Tailândia, o destino de um animal está ligado à história do país: o elefante asiático tem sido reverenciado há séculos, mas a trajetória da espécie nem sempre foi feliz. Há mais de 4 mil gigantes em cativeiro, que fazem passeios com turistas.

No santuário de Sublanka é oferecida a esses animais tão sacrificados pelo comércio turístico uma nova vida. Os elefantes são reabilitados e soltos na floresta. Pelo tamanho e pela sua importância na cultura tailandesa, libertar um elefante é uma das formas mais elevadas de criar mérito.



Fonte: Globo Repórter



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais