Notícias

Sapatos sustentáveis são feitos de resíduos da agricultura como a fibra de bananeira

Compartilhe:     |  1 de junho de 2020

Um belo exemplo de economia circular envolvendo empresas e pessoas de diferentes continentes: uma startup espanhola está ajudando comunidades agrícolas da Colômbia por meio da produção e uso de fibras de bananeira para a fabricação de sapatos biodegradáveis.

De um lado, a indústria da moda precisa de soluções sustentáveis para sua cadeia produtiva. De outro lado, comunidades que vivem do cultivo de banana lidavam com uma quantidade enorme de resíduos que estavam sendo gerados uma vez que todos os anos as bananeiras precisam ser cortadas para que venha a nova safra.

Apesar de haver na região uma tradição do uso da fibra de bananeira, este material estava se perdendo por falta de oportunidades para os artesãos. Até que os espanhóis Diana Feliu e Iván Rojas, da startup Indianes apareceram.

Há séculos, as comunidades colombianas usam fibras de bananeira para tecelagem. O material não precisa de água ou grandes áreas para o cultivo e é abundante na região graças ao cultivo agrícola da fruta. Com a ajuda da startup espanhola, foi criado um tecido biodegradável com uma produção sustentável com benefícios sociais, econômicos e ambientais.

Foto: Indianes

Segundo Iván, o calçado é biodegradável e pode se decompor totalmente em até 2 anos. A produção da fibra de bananeira está beneficiando 60 artesãos, incluindo muitas mulheres que sustentam suas famílias. E com esta ação os resíduos gerados no cultivo agrícola ganham valor e uma destinação correta.


A fibra comprada pelos espanhóis das comunidades colombianas, é tratada nem Barcelona por uma empresa têxtil japonesa. O tecido produzido é usado como base para a produção de sapatos feitos com material 100% natural.

Fotos: Indianes

Esta é a quarta coleção de calçados sustentáveis da marca que já havia lançado sapatos feitos de algodão orgânico, cânhamo e PET reciclado. O couro usado pela Indianes e ao invés de plástico, os sapatos usam borracha.

Mesmo entre as outras matérias primas usadas pela startup, a fibra de bananeira apresenta mais benefícios já que não inclui um novo cultivo, como no caso do algodão.

Além de não usar água, pesticida ou uma nova área de cultivo, a produção de fibra de bananeira garante que toneladas de resíduos tenham uma destinação sustentável. “Enquanto a produção de um calçado padrão pode emitir 25kg de CO2, o calçado feito com fibra de bananeira emite menos que 14kg“, explica Iván.

Foto: Indianes


Fonte: CicloVivo



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais