Notícias

Se a natureza for respeitada, teremos quase 400 milhões de novos empregos até 2030

Compartilhe:     |  14 de agosto de 2020

Relatório mostra que colocar a natureza em primeiro lugar pode ser ótimo para a economia

A pandemia global da COVID-19 causou perdas de empregos sem precedentes e muita incerteza econômica. Enquanto governos e empresas buscam estimular o crescimento, um novo estudo do Fórum Econômico Mundial descobriu que soluções ‘positivas para a natureza’ podem criar 395 milhões de empregos até 2030.

Futuro da Natureza e dos Negócios fornece insights práticos necessários para que as empresas possam liderar a transição para uma economia positiva em relação à natureza.

O relatório baseia-se em exemplos reais em que os resultados dos negócios foram bem mais vantajosos quando se considerou a sustentabilidade ambiental.

A agricultura inteligente, utilizando sensores e imagens de satélite na Indonésia, melhorou em média 60% o rendimento das colheitas. O desenvolvimento verde do Parque Industrial de Suzhou na China viu seu PIB aumentar 260 vezes por meio do desenvolvimento verde. No Vietnã, as pessoas que vivem em comunidades costeiras viram sua renda mais que dobrar após a restauração de manguezais.

“Podemos enfrentar a iminente crise da biodiversidade e redefinir a economia de uma maneira que crie e proteja milhões de empregos”, disse Akanksha Khatri, chefe da Agenda de Ação da Natureza do Fórum Econômico Mundial. “As chamadas públicas estão ficando mais altas para as empresas e o governo fazerem melhor. Podemos proteger nossos suprimentos de comida, fazer melhor uso de nossa infraestrutura e explorar novas fontes de energia, fazendo a transição para soluções positivas da natureza”, completa.

Sobre o relatório

O relatório, Futuro da Natureza e dos Negócios, destaca a necessidade de uma transformação fundamental em três sistemas socioeconômicos, que representam mais de um terço da economia global e fornecem até dois terços de todos os empregos: 1. uso de alimentos, terra e oceanos; 2. infraestrutura e ambiente construído; 3. energia e atividades extrativistas.

Com relação ao primeiro item, por exemplo, o que comemos e cultivamos representa cerca de US$ 10 trilhões do PIB global e emprega até 40% da força de trabalho em todo o planeta. Com soluções positivas para a natureza, seria possível criar 191 milhões de novos empregos e gerar US$ 3,6 trilhões em receita adicional até 2030.



Fonte: Pensamento Verde



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

“Comida de humanos” pode até matar os pets! Veja os riscos dessa prática

Leia Mais