Notícias

Secretário-geral da ONU pede a líderes mundiais caminho da energia limpa

Compartilhe:     |  12 de julho de 2020

O secretário-geral da ONU, António Guterres, convocou na última quinta-feira (9) “todos os líderes a escolherem o caminho da energia limpa” em seus planos de recuperação econômica pós-COVID-19, estimulando-os a proibirem o carvão e a apoiarem as energias renováveis.

“O carvão não tem lugar nos planos de recuperação econômica depois da pandemia”, defendeu Guterres em uma cúpula de transição para energia limpa organizada on-line.

“O apoio a setores como indústria, aviação e transporte deve estar condicionado à sua adaptação aos objetivos do Acordo de Paris” sobre mudança climática, afirmou.

Seu objetivo é reduzir drasticamente as emissões de gases causadores do efeito estufa para manter o aquecimento “bem abaixo de 2ºC” em comparação com a era pré-industrial.

Carvão, petróleo e gás alimentam cerca de 80% das emissões responsáveis pela mudança climática.

Destacando que as energias renováveis oferecem três vezes mais postos de trabalho do que essas indústrias, Guterres citou exemplos positivos, como os planos da União Europeia e da Coreia do Sul, e a escolha da Nigéria de reformar sua estrutura de subsídios para o setor de energia fóssil.

“Mas muitos ainda não entenderam a mensagem”, lamentou, referindo-se a um relatório sobre os planos de recuperação previstos no G20, que “mostram que o dobro do dinheiro (dinheiro dos contribuintes) foi gasto em energia fóssil, e não em energia limpa”.



Fonte: Época



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Uma casa ambientada para você e seu pet

Leia Mais