Notícias

Semana de Conscientização dos Direitos Animais estimular a reflexão sobre como são tratados

Compartilhe:     |  1 de outubro de 2019

Em São Paulo e na Bahia, por lei, a semana toda deve ser dedicada aos animais e não somente a data de 4 de outubro quando se comemora o Dia Internacional dos Animais. A Lei 15.431, do então deputado estadual Feliciano Filho, instituiu no calendário oficial de SP a Semana de Conscientização dos Direitos dos Animais a ser comemorada de 28 de setembro a 04 de outubro.

Na Bahia, a Lei 13.472/2016, do deputado estadual José de Arimateia (Republicanos) também criou a Semana de Conscientização e Proteção dos Direitos dos Animais que esse ano será comemorada entre 30 de setembro e 5 de outubro. Ambas as leis têm como objetivo estimular a reflexão sobre como são tratados os animais domésticos, silvestres, selvagens e também os destinados ao consumo.

Embora a questão dos direitos animais deva estar presente o ano todo, especialmente nos redutos políticos a fim de se garantir proteção jurídica aqueles que não podem se defender sozinhos, a Semana de Conscientização dos Direitos Animais pode ser uma boa oportunidade para educadores aplicarem o tema em sala de aula ou em atividades fora da escola, afinal, as mudanças efetivas cabem as futuras gerações.

A Semana é ainda uma ótima ocasião para ações em prol dos animais de todas as espécies e que vivem em situações de abuso, exploração comercial, maus-tratos, abandono, tráfico, servindo como cobaias ou para entretenimento, suportando todo tipo de sofrimento físico e emocional.

O planeta Terra não pertence aos humanos, mas a todas as criaturas que aqui vivem. Os animais não-humanos têm o mesmo direito a uma vida digna, muitas vezes, reservada apenas às pessoas. Os animais nascem com esse direito, mas a humanidade, há séculos, vem arrancando isso deles das formas mais brutais. É verdade que muitos avanços foram conseguidos na causa animal, mas também é verdade que ainda há muita coisa por fazer.

*Fátima ChuEcco é jornalista ambientalista e atuante na causa animal


Fonte: Anda - Por Bruna Araujo - Fátima ChuEcco



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Saiba como proceder em caso de envenenamento de cães e gatos

Leia Mais