Notícias

Setor de energia abre possibilidades de negócios para o Brasil

Compartilhe:     |  31 de maio de 2018

O setor de energia vive uma revolução que poderá criar diversas oportunidades para o Brasil nos próximos anos. O Acordo de Paris, o veto de alguns países ao uso de carros movidos a combustíveis fósseis imposto nas próximas décadas e o avanço de novas tecnologias, como redes inteligentes de energia e micro-geração solar, deverão representar investimentos em novas tecnologias para reduzir emissão de poluentes globais e aumento da importância das fontes renováveis, em que o Brasil detém posição de destaque.
Enquanto nos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) o carvão é o principal energético, com 27,9% da matriz elétrica, no Brasil a energia hidrelétrica responde por dois terços da geração de energia elétrica. Para que o potencial seja aproveitado, será preciso trabalhar a regulação de alguns pontos, segundo especialistas que participaram de painel na manhã dessa quarta-feira (30) sobre o setor de energia, no último dia do Fórum de Investimentos Brasil 2018.
O presidente da Siemens Brasil, André Clark, afirmou que a empresa prevê triplicar os investimentos nos próximos cinco anos diante de um cenário muito positivo. “O Brasil deve viver uma década de ouro diante do potencial energético que possui e da cadeia nacional de valor que foi desenvolvido para atuar nesse segmento. Há uma revolução no mundo com carros elétricos e também com cidades inteligentes em que o consumidor também passa a ser gerador de energia.”



Fonte: Envolverde



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais