Notícias

Sistema desenvolvido na UFCG permite mapear locais que mais faltam água

Compartilhe:     |  15 de dezembro de 2014

A população de Campina Grande já tem condições de fazer o monitoramento das áreas da cidade com maior incidência de problemas de falta d’água.  Isso está sendo possível por meio de um sistema desenvolvido na Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e que entrou em funcionamento desde o último sábado.

Para ter as informações, basta acessar a página Água Nossa. Nesse espaço as pessoas podem registrar o local, data e período de interrupção, bem como visualizar, através de um mapa, as áreas com problemas de abastecimento.

O sistema, desenvolvido com o apoio do Laboratório de Sistemas Distribuídos (LSD), faz parte de uma pesquisa intitulada “Análise da Injustiça Ambiental no Abastecimento de Água em Espaços Urbanos”, desenvolvida pela aluna Maria Helena Del Grande, do Curso de Doutorado em Recursos Naturais da Universidade Federal de Campina Grande.

“A ideia é motivar a participação da sociedade na gestão da água com a perspectiva de identificar as necessidades de melhoria no abastecimento para Campina Grande”, esclareceu a doutoranda. Ela ressaltou que,  com a ferramenta colocada à disposição da população,  será possível visualizar com facilidade os setores que vêm sofrendo com o problema do desabastecimento frequente.

A pesquisa desenvolvida pela doutoranda da UFCG integra o projeto intitulado “Informação para a participação da sociedade na gestão dos recursos hídricos: variabilidade hidrológica no Semiárido”.



Fonte: Portal Correio



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Estresse passa do dono para o cachorro

Leia Mais