Trilhas da Paraíba

Solânea: um passeio pela fé

Compartilhe:     |  13 de junho de 2020

solanea-pbTurismo religioso atrai visitantantes que buscam conhecer mais sobre a obra do Padre Ibiapina

O turismo religioso é, sem dúvida, o carro chefe do município de Solânea. Localizado na região do Brejo paraibano, onde o clima frio também é atrativo, o município situa-se a 130 km de João Pessoa e é lá que está instalado o Santuário Padre Ibiapina. O lugar, muito bem preservado, ainda mantém vivo o trabalho missionário do religioso, que pode ser visto em todo o complexo formado pela casa onde ele residiu, Casa dos Milagres, Igreja, Mausoléu, Museu, Casa de Caridade, fundada em 1866, refeitório e alojamentos coletivos, cujo espaço hoje é usado para retiros, encontros e seminários.

A beleza natural do lugar transmite paz aos turistas que ali procuram conhecer um pouco sobre o trabalho e a vida do religioso. A área onde fica instalado o Santuário Padre Ibiapina foi doada pelo Major Antônio José da Cunha, na primeira metade do século XIX. As terras e a casa grande da fazenda Santa Fé foram repassadas para que o religioso fundasse um hospital de caridade em favor das vítimas da epidemia da cólera. Ele fez um grande complexo, que enche os olhos dos visitantes com uma bela arborização e o carinho com o qual o local é cuidado.

Registro de Marcas em Solânea, PB | Registrar Marca - Paraiba ...A Casa da Caridade é a principal obra do Padre Ibiapina. Ela permanece intacta no complexo do santuário, local de acolhimento das pequenas órfãs, meninas que recebiam uma educação completa, sendo preparadas para serem boas esposas e mães de família. A primeira casa foi fundada em 1865, sendo construídas ao todo, no Nordeste, 22 casas e, na Paraíba, dez. No Museu do Santuário, diversos pertences do religioso estão expostos. São livros, terços, vestimentas, baús e ainda instalada em uma parede a roda dos expostos ou roda dos enjeitados, onde se colocava a criança recémnascida para ficar aos cuidados da instituição.

As crianças eram deixadas pelos pais que não podiam criá-las por alguma razão ou por mães solteiras. A roda dos enjeitados era formada por uma caixa dupla de formato cilíndrico, e foi adaptada no muro das instituições caridosas. Com a janela aberta para o lado externo, um espaço dentro da caixa recebia a criança após rodar o cilindro para o interior dos muros, desaparecendo assim a criança aos olhos externos; dentro da edificação, a criança era acolhida, cuidada e criada até se fazer independente.

Blog do Professor Valnir: Santuário do Padre Ibiapina - Solânea / PBA casa onde o Padre Ibiapina residiu parece ser ainda habitada. No quarto, a cama ainda permanece; na cozinha, um pote grande para água potável ainda está lá; uma pequena mesa, canecas e outros utensílios domésticos proporcionam uma viagem ao tempo. Ao lado da casa do Padre, ficam a igreja e o mausoléu. É na frente da casa que fica um local para celebração pública de grande porte onde é rezada uma missa a cada dia 19 de cada mês, celebrações que reúnem milhares de romeiros de diversos estados. Um pouco mais à frente, o cemitério onde as vítimas da epidemia da cólera eram sepultadas, e uma antiga casa de farinha.

O Santuário Padre Ibiapina fica localizado em Santa Fé, povoado que faz parte do município de Solânea e não de Arara como muitos pensam; os limites entre os municípios é o Rio Jacaré Amarelo.

Quem foi

Diocese de Guarabira retoma o Processo de Beatificação do Padre ...O Padre Ibiapina, cujo nome é José Antônio Maria Ibiapina, nasceu no dia 5 de agosto de 1806, em Sobral, Ceará. Foi ordenado aos 47 anos e iniciou uma obra missionária pelo Nordeste. Construiu capelas, igrejas, cacimbas, poços, cemitérios, hospitais e chegou a fundar mais de vinte Casas de Caridade. Na época, o religioso foi a ponte entre a Igreja e o povo pobre do Nordeste, construindo uma obra significativa, partilhando água, alimento e abrigo com doentes, mendigos e retirantes, levando sempre uma palavra de conforto para aqueles que precisavam. Peregrinou por Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, Piauí e Paraíba, criando uma legião de seguidores. O Padre Ibiapina faleceu no dia 19 de janeiro de 1883, na Casa de Caridade Santa Sé, na Paraíba.

 



Fonte: Jornal A União - Teresa Duarte



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

A surpreendente velha amizade entre um cão e um golfinho

Leia Mais