Notícias

Taiwan inaugura prédio sustentável capaz de filtrar poluição

Compartilhe:     |  25 de março de 2021

Os designs ousados do arquiteto sustentável belga Vincent Callebaut – responsável pelos projetos das cidades flutuantes impressas em 3D – atingiram um novo nível. Seu mais novo prédio, inaugurado em Taiwan é capaz de filtrar poluição.

© Gabriela Rassy

Tao Zhu Yin Yuan© Fotos: Vincent Callebaut Architectures/Divulgação Tao Zhu Yin Yuan

Tao Zhu Yin Yuan, uma torre de apartamentos sustentável na capital de Taiwan

É lindo e inspirador admirar uma das visões ‘arquibiotecturais‘ malucas de Callebaut que parecem até surreais, ainda que louváveis ​​do ponto de vista ambiental, sairem do papel e tomarem forma no mundo real.

A CNN publicou recentemente uma atualização perspicaz – e perguntas e respostas que a acompanham; com o próprio Callebaut – no Tao Zhu Yin Yuan (‘O Retiro de Tao Zhu‘), um projeto residencial alto padrão que está atualmente em construção na capital taiwanesa, Taipei.

Prevê-se que a torre do condomínio de 21 andares, que ostenta uma forma distintamente sinuosa inspirada na estrutura de dupla hélice do DNA, será concluída ainda este ano.

Tao Zhu Yin Yuan - prédio sustentável© Gabriela Rassy Tao Zhu Yin Yuan – prédio sustentável

As plantas exercem papel fundamental neste prédio sustentável

“A torre apresenta um conceito pioneiro de construção ecológica residencial sustentável que visa limitar a pegada ecológica de seus habitantes”, explica Callebaut sobre o projeto, que começou em 2013 no movimentado distrito de Xinyi, em Taipei, sob a sombra do Taipei 101, o edifício mais alto do mundo de 2004 a 2009.

A construção do edifício sustentável deve ficar pronta em 2021© Fotos: Vincent Callebaut Architectures/Divulgação A construção do edifício sustentável deve ficar pronta em 2021

A construção do edifício sustentável deve ficar pronta em 2021

Embora Tao Zhu Yin Yuan realmente ostente uma gama de recursos – reutilização de água da chuva, painéis solares de telhado, iluminação e ventilação natural etc. – especificamente voltados para reduzir as pegadas ambientais individuais dos habitantes que vivem dentro dos 40 apartamentos de luxo da torre, as verdadeiras estrelas aqui são as árvores.

Sim, as árvores.

© Gabriela Rassy

Prédios sustentáveis. É possível? 

Existem hoje uma série de arranha-céus supermodernos – principalmente, mas não exclusivamente, na Ásia – que foram adornados com vegetação para fins estéticos atraentes e para reduzir os custos de energia ao mesmo tempo que eliminam a poluição do ar.

Ainda mais do que nesses projetos anteriores, parece que a flora trabalhadora – tanto de árvores, quanto de arbustos – que acabará enfeitando o exterior do Tao Zhu Yin Yuan tem um trabalho bem definido para cumprir.

As 23 mil (!) árvores e arbustos a serem plantados no telhado, na fachada e nas varandas da torre, bem como em alguns espaços públicos internos – com espécimes mais frondosos, como aponta a Architectural Digest, do que no Central Park de Nova York – serão encarregados de absorver 130 toneladas de emissões de dióxido de carbono a cada ano. Isso é aproximadamente a mesma quantidade de emissões anuais produzidas por 27 carros médios.

Vegetação do Tao Zhu Yin© Gabriela Rassy Vegetação do Tao Zhu Yin

Vegetação do Tao Zhu Yin

Em essência, o Tao Zhu Yin Yuan, que antes era conhecido como Agora Garden, funcionará como uma espécie de vácuo de CO2 habitável que ajuda a diminuir as emissões gerais de carbono de Taiwan: 250 milhões de toneladas em 2014, de acordo com a Agência Internacional de Energia.

O edifício que captura de carbono de Vincent Callebaut deve ser inaugurado agora em 2021. Seus 40 apartamentos de luxo contarão com enormes jardins panorâmicos ao ar livre.

Vincent Callebaut© Gabriela Rassy Vincent Callebaut

Vincent Callebaut e seu inovador projeto sustentável

A vegetação do Tao Zhu Yin Yuan se estenderá até o nível da rua, onde os residentes e locais poderão desfrutar de jardins públicos exuberantes e praças que oferecem uma pausa da agitação predominantemente cinza de Taipei.

Os sortudos habitantes da torre – e pode-se supor, bem-sucedidos -, sem dúvida, serão capazes de respirar mais facilmente, literalmente, tento como residência uma aparência urbana absolutamente verdejante.

Vincent Callebaut Architectures© Gabriela Rassy Vincent Callebaut Architectures

Projeto da Vincent Callebaut Architectures se estende à toda a população com seus jardins públicos

No entanto, viver dentro de um “verdadeiro fragmento de paisagem vertical” que serve como um “novo símbolo de sustentabilidade” está longe de ser a única vantagem da torre. As comodidades mais típicas no Tao Zhu Yin Yuan incluirão uma piscina naturalmente ventilada e iluminada e um centro de fitness, elevadores de alta velocidade e ‘garagens aéreas’ envidraçadas.

“Por mais estranhos e futuristas que possam parecer, o cerne de todos os meus projetos é uma tentativa de abordar a ameaça real que as cidades representam para a humanidade e nosso equilíbrio ecológico”, disse Callebaut à CNN. “Quero dar esperança para um amanhã melhor”.

 

© Gabriela Rassy© Gabriela Rassy



Fonte: MSN - Hypeness



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Primeiros socorros: o que fazer quando o seu pet precisa de ajuda

Leia Mais