Notícias

Tanchagem: a melhor erva curandeira do planeta! Veja todos os usos

Compartilhe:     |  15 de abril de 2021

A tanchagem é uma das plantas que se pode encontrar em qualquer jardim, beira de estrada, meio de campo ou até nos seus vasos plantados. Suas sementes voam, se espalham pelos passarinhos, e surge essa que é, talvez, uma das ervas mais medicinais de todas as plantas.

As diversas tanchagens – medicinais e comestíveis

Tanchagem (também chamada tansagem e trançagem) é o nome dado no Brasil a algumas das espécies do gênero Plantago. Especialmente são tanchagens aquelas que apresentam a característica das 7 veias na folha – as mais usadas – mas, é preciso saber que o gênero Plantago tem 158 espécies confirmadas.

São diversas as tanchagens que se conhecem, e se usam, tanto como medicinais quanto como comestíveis.  Em cada região do mundo esta planta surge com características diferenciadas.

Ressaltamos aqui as 4 espécies de tanchagens, das mais conhecidasPlantago maiorP. lanceolataP. ovataP. tomentosa. As fotos que possibilitam sua diferenciação de forma simples.

Plantago maior

Plantago lanceolata

Foto – Plantago ovata

Foto – Plantago tomentosa

Plantago ovata também é conhecida como Psyllium. Suas sementes são usadas para chás curativos que tratam colesterol alto e prisão de ventre.

Sobre outras Plantago com sete veias se informam, em diversas fontes, propriedades antiinflamatórias, antibacterianas, cicatrizantes, depurativas do sangue, estimulantes do sistema imunológico

Foto – Outras tanchagens, que surgem nas areias, nas pedras ou nos alagados

Em tempos antigos, em cada lugar, as tanchagens sempre foram acrescentadas aos emplastros curativos de feridas, para baixar a febre, retirar toxinas de picadas e mordidas de animais peçonhentos, incluindo picadas de cobra.

Propriedades curativas das tanchagens

Estas plantas são poderosos antimicrobianos, anti-inflamatórios e analgésicos – o princípio ativo responsável pela maior parte dessas funções é a aucubina.

A tanchagem também tem uma alantoína específica que ajuda na regeneração da pele.

São plantas conhecidas por suas propriedades adstringentes, emolientes e fluidificantes de catarros tanto no trato respiratório quanto no sistema digestivo – assim, é uma planta muito útil em estados gripais, diarréias e outras dificuldades resultantes de resfriamento ou viroses.

É uma planta de efeito emoliente moderado por efeito da mucilagem da erva.

Tanchagem também é PANC

Além de erva curandeira, e das melhores, a tanchagem também é PANC (Planta Alimentícia Não Convencional).

As folhas das Plantago são muito ricas em cálcio e outros minerais e vitaminas mas, especialmente, são ricas em vitamina K sendo seu uso muito promissor no tratamento de cortes e feridas sangrantes, que ajudam a conter.

A planta toda possui incríveis propriedades antioxidantes, são ricas em vitaminas e ácido graxos, como descreve este estudo.

As partes comestíveis da planta são folhas, flores, raízes e sementes (sem casca): suas folhas tenras são agradáveis quando consumidas, frescas, em saladas e, as mais velhas, ficam melhor cozidas em sopas ou refogados, podendo servir de recheio para tortas salgadas, quiches, omeletes, etc.

Também é possível fazer suco verde das folhas frescas.

Onde encontrar e como reconhecer se a planta é tanchagem

Sendo uma planta expontânea e invasora, você vai se deparar com a tanchagem nas calçadas, no meio das plantações e até no quintal e no jardim de casa.

Sim, tanchagem há em qualquer lugar e, por isso mesmo, é super importante que você saiba reconhecê-la, para não coletar outra planta qualquer, o que poderá ser, até, perigoso para sua saúde.

As tanchagens não possuem caule algum – soltam uma roseta de folhas acima do solo e, no centro destas, um caule com sementes, ou flores pequeninas. Lembre-se que todas têm as tais 7 veias que as diferenciam de outras ervas semelhantes no formato.

As folhas novas são mais suaves ao paladar mas, as folhas maduras, mais velhas, são mais ricas em fitoquímicos específicos.

Este video do Canal Autor da Própria Saúde vai te ajudar a identificar direitinho a tanchagem (ou trançagem como também se diz).

Nunca colha, para fins medicinais ou alimentares, tanchagem ou qualquer outra planta que se encontre em local poluído, em beira de ruas e estradas, em praças públicas urbanas ou perto de áreas agrícolas que usam agrotóxicos em seus cultivos.

Essas recomendações são para a preservação da tua saúde afinal você não vai querer tomar um caldo de veneno junto com planta tão benéfica.

Como erva medicinal seca e pronta para fazer chá, você pode encontrar tanchagem à venda em mercados e ervanários na tua cidade.

Tanchagem para que serve?

Realmente com tantas propriedades medicinais deste “mato” de comer e medicinal, fica a pergunta, “mas afinal, para que serve a tanchagem?”
Serve para muita coisa.
Por exemplo:

Para tratar queimaduras

Aplique imediatamente sobre a queimadura um emplastro feito de folhas de tanchagem mascada (sim, com a boca, com saliva). E cubra a queimadura com uma bandagem feita com as folhas frescas. A continuidade do tratamento deverá ser feita com uma pomada de tanchagem cuja receita você pode ver mais abaixo.

Cortes e feridas abertas

Para estancar o sangramento de cortes novos, aplique uma compressa feita com folhas de tanchagem esmagadas, ou mascadas, ou maceradas sobre a ferida, que antes deve ter sido lavada com chá de tanchagem, ou com tintura diluída (1 colher de sopa em um copo de água).

Esta compressa evitará infecções e ajudará na rápida cicatrização e cura.

Furúnculos e acne

Aplique um cotonete molhado em tintura de tanchagem sobre as lesões. Se preferir, use a pomada de tanchagem. A tintura tem o benefício adicional de secar a região, razão pela qual você deverá usar só uma gotinha.

Para úlceras na boca

Faça bochechos e gargarejos de 3 a 4 vezes ao dia, com 2-3 colheres de sopa de chá de tanchagem ou então, dilua 1 colher de sopa de tintura em um copo de água.

Para dor e infecção de garganta

Gargareje com chá de tanchagem ou tintura diluída. Ponha 5-10 gotas de tintura debaixo da língua e ingula lentamente.

Caspa e outros problemas no couro cabeludo

Aplique chá de tanchagem no couro cabeludo e lave-o normalmente depois de uma hora.

Para picadas venenosas de insetos, aranhas ou cobras

Aplique imediatamente um cataplasma de tanchagem, e em seguida lave a área com chá da planta. Continue aplicando folhas maceradas, de tanchagem, até que a dor pungente desapareça. Segundo o conhecimento popular de séculos, a tanchagem “puxa” o veneno para fora do corpo, por isso se coloca o cataplasma e, em seguida, se lava o local com o chá.

Dependendo do tipo de picada a tanchagem resolve. Contudo, o ideal é fazer isso enquanto se busca atendimento médico no Pronto Socorro porque picadas de alguns tipos de aranha, de escorpião, de cobra podem ser fatais

Para tratar queimaduras solares

Aplique um cataplasma fresco de tanchagem. Lave a área com o chá e aplique a pomada da planta.

Para melhorar a função hepática e renal

Se você tem problemas no fígado ou rins, experimente beber 1-2 copos de chá de tanchagem todos os dias. Peça recomendação médica porém, se você estiver tomando algum medicamento.

Para alívio da inflamação gastrointestinal

Coloque algumas gotas da tintura sob a língua ou beba o chá de tanchagem.

Para resfriado, gripe e infecções respiratórias

Tome tintura de tanchagem sob a língua (15 gotas) ou beba o seu chá, quente, adoçado com mel.

Como fazer macerado de tanchagem

Você pode usar um pilão ou morteiro para macerar as folhas, mas também pode usar as palmas das mãos para conseguir o mesmo efeito.

Mas, se o ferimento a ser tratado for o teu, então o melhor é mesmo você mastigar as folhas que, assim, soltam seus princípios curativos que se misturam com a saliva que é, também, antisséptica e cicatrizante.

Como fazer pomada de tanchagem

Fonte foto

Vale muito a pena você ter na geladeira um pote, ou dois, de pomada de tanchagem feita em casa.

Este é um excelente medicamento para os primeiros socorros de cortes, contusões, picadas de insetos, alergias cutâneas, erupções de pele, urticárias e muitos outros casos.

A pomada também pode ser usada, e muito bem, na cura das assaduras de fraldas, nos bebês.

Proceda da seguinte maneira:

Colha as folhas de tanchagem em um dia seco e quente para que as folhas sequem bem depois de lavadas. Isso irá garantir que a pomada dure mais tempo, sem conservantes. Mas, guarde-a na geladeira, sempre.

Você poderá usar óleo de coco como base gordurosa desta pomada, pois este se solidifica à temperatura ambiente (se não fizer demasiado calor). Também poderá acrescentar cera de abelha, para que tenha uma consistência mais cremosa.

A mesma receita pode ser feita para ser usada nos cabelos e no couro cabeludo para tratar caspa. Mas neste caso, use azeite de oliva ou óleo de rícino.

Como fazer tintura de tanchagem

Você vai precisar de:

Para preparar a tintura, siga os passos abaixo:

  1. Coloque as folhas em uma jarra e despeje o álcool até cobri-las completamente. Utilize uma vareta de vidro para agitar bem a mistura.
  2. Coloque a tampa e coloque o frasco em um lugar escuro, dando-lhe uma boa sacudida a cada dia.
  3. Depois de 6-8 semanas, decante o conteúdo em garrafas limpas (preferencialmente de vidro escuro) e armazene-as em um local escuro.

A tintura de tanchagem em álcool a 100% poderá durar de dois a três anos sem perder sua potência. Este é um excelente remédio para infecções diversas e problemas catarrais.

Como usar tintura de tanchagem

Use de 10 a 15 gotas, pingue-as na língua (ou embaixo desta) e mantenha-as na boca, por 30 segundos, antes de engolir.

Para uso externo, pingue diretamente sobre o local infectado.

Como fazer chá de tanchagem

Você vai precisar de:

Modo de preparo do chá

  1. Lave as folhas escolhidas, seque-as e guarde-as em uma tigela com tampa (prefira as folhas maduras que são mais ricas em princípios ativos curativos).
  2. Ferva a água e despeje sobre as folhas na tigela, cubra com a tampa e deixe abafando até esfriar.
  3. Coe o chá e guarde na geladeira por até duas semanas.

Formas de uso

Você poderá usar este chá, também, para tratar processos de diarréia e sintomas de gripe e resfriado, úlceras de estômago, gastrite e outros processos inflamatórios gastrointestinais.

É indicado consumir 1 a 2 copos de chá ao dia. Você poderá adoçar o chá, se preferir. Esse chá também é usado como um excelente tônico geral.

Para uso externo, esta preparação é adequada para a lavagem de feridas, furúnculos e lesões acneicas, pele queimada, eczema e qualquer outra situação incômoda da pele e mucosas.

Vídeo

Olha como se usa a tanchagem como compressa.

Contraindicações

Pessoas com doenças pré-existentes, crônicas ou não, durante a gravidez e a infância, não devem tomar remédios, ainda que naturais, sem a prescrição ou a indicação médica.



Fonte: Greenme - Daia Florios



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Lei que proíbe piercings e tatuagens em animais é sancionada no Distrito Federal

Leia Mais