Notícias

Tempestades de verão darão lugar a ondas de calor e seca pela Europa, alerta estudo

Compartilhe:     |  14 de março de 2015

Na Europa, tempestades de verão tornaram-se mais fracas e menos frequentes ao longo das últimas décadas, mas se essa tendência continuar, alertam especialistas em clima, é provável que haverá ondas de calor mais intensas e secas. Um recente estudo realizado por pesquisadores do Instituto Potsdam para Pesquisa do Impacto Climático, na Alemanha, encontrou uma ligação entre o derretimento do gelo do mar do Ártico causado pela mudança climática, e a tendência de que a atividade de tempestade no verão sobre a Europa seja menos intensa.

Eles acreditam que o fenômeno esteja relacionado com o enfraquecimento das correntes de jato, um fluxo de ar de alta altitude de oeste para leste, que está causando que tempestades de verão se tornem mais fracas e menos frequentes e ondas de calor se tornem mais graves. Um exemplo desse fenômeno seria o verão quente sobre o oeste da Rússia, em 2010, que causou a perda de colheitas e incêndios florestais devastadores.

“Quando as grandes correntes de ar no céu acima de nós se incomodarem com a mudança climática, isso pode ter efeitos graves no chão”, afirmou o principal autor, Dim Coumou.

Muitos estudos anteriores concentraram-se em tempestades de inverno, que tendem a ser mais prejudiciais, mas as tempestades de verão desempenham um papel na prevenção do aparecimento de uma longa onda de calor que levaria à seca.

“No verão, as tempestades transportam ar úmido e fresco dos oceanos para os continentes, trazendo alívio após períodos de calor opressivo. Períodos em que não aparecem, por outro lado, tornam as condições de tempo quente mais duradouras, resultando na acumulação de calor e da seca”, disse Coumou. “De qualquer ângulo que olhamos para os extremos de calor, a prova encontramos aponta na mesma direção. Os extremos de calor, não aumentam somente porque estamos aquecendo o planeta, mas porque a mudança climática perturba correntes de ar que são importantes para a formação do nosso clima”.



Fonte: Extra



Leia também:

Projetos ambientais
Aqui você é o Reporter

Espaço Animal

Holanda se torna o primeiro país sem cães abandonados – e não precisou sacrificar nenhum

Leia Mais